Ônibus Paraibanos

Semob e empresas reesclarecem sobre desembarque nos ônibus

Fonte: PB Agora
Foto: Divulgação
A porta do meio é preferencial só para idosos,
gestantes e pessoas com deficiência A Semob – Superintendência Executiva de
Mobilidade Urbana, através de seu diretor de planejamento, Adalberto Araújo, e
as empresas de transporte coletivo urbano de João Pessoa, estas representadas
pelo presidente do Sintur, Alberto Nascimento, estiveram reunidos na manhã
desta segunda-feira tratando sobre o desembarque dos passageiros nos ônibus
desta capital, se pela porta traseira ou pela porta do meio.

Na oportunidade foi apresentado, no pátio na Semob, um desses veículos de três
portas com a demonstração de sinalizações, através de adesivos internos e
externos, para melhor orientar os passageiros sobre as portas específicas de
desembarque.


Após as avaliações, de que participaram também outros técnicos da Semob, ficou
definida que a saída dos passageiros em geral fica mesmo sendo pela porta
traseira, reservando-se a porta do meio (que conta com o equipamento elevatório
para cadeirantes) para a “saída preferencial para idosos, gestantes e pessoas
com deficiência”. E esta porta do meio também é utilizada, obviamente, para a
entrada destes mesmos segmentos especiais (idosos, gestantes e pessoas com
deficiência).
A única exceção de uso da porta do meio, saindo da
utilização restrita para utilização ampla, ocorre no Terminal de Integração do
Varadouro (TIV), onde essa porta pode ser usada também para o desembarque de
todos os passageiros, indistintamente, isto para facilitar e dar velocidade ao
transbordo naquele setor no qual em maior número dá-se o embarque e desembarque
dos usuários do transporte coletivo.

Essa conclusão consensual entre a Semob e as empresas operadoras do transporte
coletivo para focar a saída dos passageiros em geral pela porta traseira, levou
em conta, também, que ainda há muitos ônibus que têm apenas duas portas: a
dianteira e a traseira. Concluíram, portanto, que a uniformização na
orientação, focando a saída só pela porta traseira, proporciona melhor
resultado na orientação aos passageiros.


Estas orientações, porém, aplicam-se em relação aos ônibus (que já são maioria
da frota) em que a entrada ocorre pela porta dianteira e em relação aos quais
consta o respectivo aviso, bem chamativo, no parabrisa dos mesmos. Ainda
existem alguns poucos veículos que não foram adaptados para tal e por isso essa
entrada neles se manterá até que sejam adaptados, cuja conclusão acontecerá
brevemente, quando toda a frota estará uniformemente adequada ao acesso pela
porta dianteira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.