Série histórica: Caio Vitória em Campina Grande

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto: Philippe Figueiredo / Fagner Wellington

Na décima e última matéria da série falaremos de alguns que circularam em Campina Grande. Não foram tantos comparados a João Pessoa e RM.

Transnacional
Se na filial ela foi a única de João Pessoa a não contar com esse modelo, na matriz pelo menos um ela teve, vindo nos anos 80. O 3227 era OF-1115.
Cabral
Os 0117 e 0118, OF-1620, vieram em 1995. Permaneceram na frota até meados de 2001~2002.
Cruzeiro
Teve por volta de quatro exemplares. Vieram em meados de 1994.
Condor
Os 5207, 5209, 5210 vieram em 1994, adquiridos zero. Posteriormente chegou o 5212, oriundo do Ceará, sendo este reformado anos depois e reprefixado para 5208.

São José
Em 1996 vieram cerca de cinco exemplares oriundos da Mandacaruense, todos OF-1313.

1 comentário em “Série histórica: Caio Vitória em Campina Grande”

  1. os da Cabral e Cruzeiro não tinham abertura no teto, e os da São José praticamente nem chegaram a rodar, pois como utilizava linhas desta empresa, lembro que apenas um realmente foi utilizado, os demais foram passados em pouco tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança