Viação Garcia é vendida

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos

Matéria / Texto: JC Barboza / Viação Garcia
Fotos: Adriano Minervino / Rodrigo Gomes

Segundo informações do site Ônibus Brasil, a tradicional empresa
paranaense Viação Garcia foi vendida para a conterrânea Brasil Sul. Ainda
fazem parte da compra as demais empresas que compõe o Grupo Garcia que são elas
a Viação Ouro Branco e Princesa do Ivaí. A empresa pertencia desde dezembro de
2010  ao empresário gaúcho Mário Luft.

Ainda segundo o Ônibus Brasil, juntas, as quatro
empresas representam a quinta maior empresa de ônibus do país e a maior da
região sul do Brasil.

A história da Garcia
A Viação Garcia nasceu em 1934, quase simultaneamente
com o município de Londrina, num tempo em que as cidades iam surgindo em torno
das paradas de ônibus. No início da década de 1930, a região Norte do Paraná
era chamada de “o novo Eldorado´´ e atraía migrantes e imigrantes.
A colonizadora inglesa Companhia de Terras Norte do
Paraná nomeou o mecânico alemão Mathias Heim responsável pela administração do
transporte dos pioneiros e imigrantes. Heim procurou um sócio para ajudar a
vencer o desafio. Encontrou o jovem imigrante espanhol Celso Garcia Cid e, em
15 de janeiro de 1934, foi criada a Companhia Rodoviária Heim & Garcia, a
segunda do setor estabelecida legalmente no Brasil. O município de Londrina foi
fundado em 10 de dezembro de 1934. Ainda em 1934, a pedido de Celso Garcia Cid,
seu caminhão Ford foi transformado na primeira jardineira da empresa, carinhosamente
chamada de Catita.
Em outubro de 1937, com a saída de Mathias Heim, entrou
em cena outro imigrante espanhol, José Garcia Villar. A partir de 1º de
fevereiro de 1938, foi criada a Empresa Rodoviária Garcia & Garcia. A nova
sociedade funcionou como uma engrenagem perfeita. Celso Garcia Cid era o
acelerador e José Garcia Villar a embreagem. A ousadia e o empreendedorismo de
Celso Garcia Cid impulsionavam a expansão da empresa. O controle e a
administração de Garcia Villar faziam a companhia crescer com segurança e saúde
financeira.
A Viação Garcia cresceu no ritmo acelerado que
impulsionou o desenvolvimento de vários municípos do Norte do Paraná,
transportando pioneiros, imigrantes, colonizadores, trabalhadores e
empreendedores.
Com orgulho de fazer parte da história de Londrina, a
Viação Garcia comemora seu aniversário juntamente com o do município, dia 10 de
dezembro.

Divulgação da informação no site Ônibus Brasil: https://www.facebook.com/onibusbrasil/photos/a.469035846448462.108115.209880032364046/745679448784099/?type=1&stream_ref=10

1 comentário em “Viação Garcia é vendida”

  1. Putz! Que bomba cara! Se a Garcia que era uma empresa sólida e com presença forte no mercado foi vendida, o que impede então de outras não seguirem o mesmo rumo? E quanto a fusão Itapemirim/Águia Branca será que não seremos surpreendidos com uma nova e bombástica revelação muito em breve? Acredito que esse reboliço no mercado de transporte rodoviário de passageiros deve-se ao fato da nova licitação de linhas que a ANTT promoverá em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte