Ônibus Paraibanos

Gargalo de financiamento derruba vendas de caminhões e ônibus

Fonte:
Automotive Business

Matéria
/ Texto: Pedro Kutney

Foto: Lucas Lima
Como já era esperado, as vendas de
caminhões e ônibus despencaram em janeiro. Com a demora na
regulamentação do financiamento pelo BNDES via Programa de Sustentação do
Investimento (PSI), responsável por quase 80% das vendas do segmento, o mercado
de comerciais pesados praticamente parou no mês passado. As regras do PSI só
foram publicadas pelo governo em 24 de janeiro (leia aqui),
confirmando atrativos juros de 6% ao ano em 2014, mas os negócios foram
postergados. Com isso, foi momentaneamente interrompida a trajetória de
crescimento constante que vinha sendo verificada durante 2013. 

De acordo com os dados de emplacamentos do Renavam divulgados pela associação
dos concessionários, a Fenabrave, no fim da tarde da segunda-feira, 3, em
janeiro foram licenciados 10,8 mil caminhões novos, número 25,3% menor do que o
verificado em dezembro e 11% abaixo de janeiro de 2013.

O desempenho do mercado de ônibus foi ainda pior,
com apenas 2 mil chassis emplacados em janeiro: quedas de 40,9% sobre dezembro
e de 16,7% ante o mesmo mês de 2013.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.