Infraero solicita transporte coletivo para aeroporto de Campina Grande, mas STTP nega disponibilidade

Fonte: PB Agora

Foto: Lucas Lima

A Superintendência de Trânsito e Transportes
Públicos de Campina Grande (STTP) alegou, através de nota emitida por sua
assessoria de imprensa, que a retirada da linha de ônibus que atendia ao aeroporto João
Suassuna foi motivada pela falta de passageiros, o que inviabilizou a operação
dos coletivos.

A nota da STTP foi enviada ao agente de viagens Alessandro S. Farias, que
administra a Delta Tour Viagens, cuja loja é estabelecida no interior do
aeroporto. Ele tem buscado apoio incessante dos veículos de comunicação
campinense na tentativa de solucionar o problema.

O vereador Nelson Gomes se propôs a fazer requerimento oficializando a solcitação
do agente de viagens e no retorno dos trabalhos da Câmara Municipal, ele será
votado e encaminhado à STTP.


Segue a nota:

Prezado senhor,

Reportando-nos à sua postagem veiculada na rede social facebook e no tocante ao
retorno da linha de ônibus que atendia ao Aeroporto João Suassuna, informamos
que:
1 – Desde o inicio desta gestão temos nos empenhado
por um projeto de reestruturação de linhas e de alteração de rotas de transporte coletivo, visando
proporcionar à população uma maior comodidade e menor tempo de espera para
atender de forma ágil a maior parte dos usuários.

2 – Foi com este propósito que em 28 de fevereiro de 2013 comunicamos à
população, através de toda a imprensa, das mudanças implementadas nas rotas
904, 904-A e 944 da linha preta, que por exemplo, tinha um elevado tempo de
viagem e espera, reduzido consideravelmente após ajustes de itinerários,
gerando acentuada melhoria para o usuário de ônibus. Deve-se atentar que em
razão da falta de passageiros no Aeroporto, a entrada do ônibus 904-A estava
gerando custo ao sistema e insatisfação dos usuários.

3 – É fato que os ônibus deixaram de circular pelo Aeroporto após constatação
in loco de que não existia demanda de passageiros para ônibus que justificasse
o acesso àquele terminal aéreo, conforme pesquisa realizada no primeiro
semestre do ano de 2013 (e repetida em dezembro de 2013).

4 – Não é correta a informação que desde janeiro de 2013 a INFRAERO envia
oficio à STTP, ficando sem respostas. Por mais de uma vez, a equipe técnica da
STTP esteve participando de reuniões (no mês de março) e com o Superintendente
da INFRAERO, Sr. Nilson Suassuna, que ficou ciente da mudança de itinerário do
transporte coletivo e dos motivos pelos quais a linha preta não passaria mais
no Aeroporto (a falta de passageiros para ônibus).

5 – Infelizmente, hoje mesmo com esse movimento de um pouco maior que 143 mil
passageiros, apresentados por vossa senhoria, comprovadamente esses usuários do
Aeroporto João Suassuna não se utilizam de transporte coletivo para chegar a
seus destinos.

6 – Tenha a absoluta certeza de que é de nosso total interesse em atender todos
os recantos de nossa Campina Grande com o serviço de transporte coletivo, desde
que exista demanda que justifique a viabilidade, ao tempo que informamos que o
Aeroporto de Campina Grande é atendido pelo sistema de transporte por táxi, por
mototaxi e por de fretamento.

Campina Grande, 20/01/14

Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança