Turismo movimentará ainda mais o setor de ônibus em 2014

Fonte:
Transpo online

Foto:
Divulgação
Os
grandes eventos como a Copa do Mundo e os principais festivais de música devem
movimentar ainda mais o turismo em 2014, que deverá ampliar o faturamento do
setor em 7,5% sobre este ano, quando arrecadou R$ 57,6 bilhões, segundo dados
do Ministério do Turismo. “A necessidade de preparação para estes e outros
grandes eventos tem feito as companhias investirem muito, não só na compra de
novos veículos, mas também na profissionalização do setor de fretamento e
turismo. Aqueles que não possuem esta visão podem ficar fora do mercado
rapidamente”, avalia Nilton Silva Pacheco, presidente da Associação das
Empresas de Transporte Turístico de Santa Catarina (AETTUSC).

Para
Regina Rocha, diretora executiva da Federação de Empresas de Transporte de
Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo, os programas e políticas de
incentivo ao transporte de ônibus são importantes para a mobilidade durantes
esses eventos. “O momento é de muitas oportunidades relacionadas ao segmento. O
estado de São Paulo, por exemplo, está construindo uma política pública de
turismo e promovendo ações para atração de visitantes à nossa região. A melhor
forma de conhecê-lo é por meio rodoviário”, confirma.
Para
o setor de ônibus, felizmente, o turismo rodoviário tem recuperado a fatia de mercado
que havia perdido para aviação anos atrás. “Soma-se ainda a própria opinião do
passageiro, que opta pelo ônibus na expectativa de viagens mais agradáveis,
confortáveis e com maior possibilidade de conhecer os lugares por onde
percorre”, analisa Pacheco.
“A
Comil, acredita no crescimento do país de forma ampla, envolvendo
infraestrutura, economia e indústria. Junto disso, temos a convicção de que os
temas relacionados à mobilidade urbana demandarão do nosso segmento maior
investimento em inovação e tecnologia embarcada. Não estamos investindo apenas
em produtos como, por exemplo, os nossos últimos lançamentos, mas também
fortemente na indústria”, destaca Tiago Zanette, gerente de Negócios
Rodoviários da Comil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.