Ônibus Paraibanos

Eixo de ônibus solta e passageiros tomam susto; frota pode deixar de circular em Santa Rita

Fonte:
Portal Correio

Foto: Cleidison / Facebook
Os passageiros que viajavam no ônibus da empresa
Sonho Dourado viveram momentos de tensão na manhã desta segunda-feira (9), na
cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, quando o eixo
traseiro se desprendeu do veículo após o ônibus passar em buracos. Passageiros
relataram que o transporte passava pela rua Parque Solón de Lucena, no bairro
Alto das Populares, quando o eixo traseiro se soltou na descida de uma ladeira.
Houve um momento de tensão, mas, apesar do susto, ninguém se feriu. 

De acordo com Severino Ramos, proprietário da
empresa, o problema mecânico foi provocado devido a inúmeros buracos existentes
nas vias por onde os ônibus trafegam. Ele adiantou que a frota pode deixar de
circular e moradores de Santa Rita serão prejudicados.

– Foi o estabilizador do carro que soltou e,
consequentemente, o eixo. Os 16 ônibus da empresa todos os dias apresentam
problemas mecânicos devido os buracos nas ruas. A gente troca peças
diariamente. A situação está se agravando e a única solução é deixar de circular.
Já comunicamos o problemas de infraestrutura a Prefeitura de Santa Rita, mas
não tivemos respostas. Infelizmente, a população é quem vai sair prejudicada –
disse o empresário.

O Portal Correio entrou em contato
com a prefeitura de Santa Rita e o órgão informou que divulgaria uma nota para
falar sobre a reclamação do empresário de que os problemas nos ônibus seriam
causados por buracos nas ruas.
Segundo texto publicado no endereço eletrônico da prefeitura do
município
, o gestor Reginaldo Pereira assinou nesta segunda-feira
(9) a ordem de serviços autorizando o início da operação tapa-buracos nas ruas
de Santa Rita, com  investimentos de R$ 1,5 milhões.

2 comentários em “Eixo de ônibus solta e passageiros tomam susto; frota pode deixar de circular em Santa Rita”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.