O milésimo CMA

Fonte: Mobilidade em Foco

Matéria / Texto: Carlos Alberto
Ribeiro

Foto: Divulgação

A Scania do Brasil e a Viação Cometa estão comemorando a fabricação do milésimo
ônibus encarroçado pela Companhia Mecânica Auxiliar (C.M.A.), subsidiária da
Cometa que desde o ano de 1982 é responsável pela fabricação de todas as
carrocerias utilizadas pela empresa. Como a frota da Viação Cometa é totalmente
padronizada com chassis Scania, este ônibus, um K113CL 4 x 2, marcou também o
fornecimento do milésimo chassi da marca sueca à C.M.A. para nele montar a
carroceria do Flecha Azul. 

Com uma frota de mil unidades, todas com chassis Scania e
carroceria C.M.A., a Viação Cometa é hoje a maior frota de ônibus com
plataforma da Scania do mundo e a segunda maior empresa de ônibus do segmento
de transporte rodoviário de passageiros do Brasil. Com linhas de transporte de
passageiros para 45 municípios brasileiros situados nos Estados de São Paulo,
Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, os ônibus da Viação Cometa realizam uma
média de 500 mil viagens por ano e rodam um total de quase 110 milhões de
quilômetros anuais. Com uma média de 32 passageiros por viagem, a empresa
transporta aproximadamente 1 milhão de passageiros por mês. 

Todos os ônibus da Cometa são equipados com carrocerias
fabricadas pela empresa coligada do grupo, fundada no ano de 1982 em função das
dificuldades que a Ciferal, então principal fornecedora de carrocerias da
companhia, enfrentou naquele ano. Dessa forma, após um ano de preparação,
nasceu em abril de 1983 o primeiro ônibus da C.M.A., batizado como “Flecha
Azul”. A produção foi aumentando gradativamente, até atingir no final de 1984 a
atual capacidade de cinco carrocerias por semana, 20 por mês, todas para consumo
próprio. Hoje, passados nove anos da sua fundação, a Companhia Mecânica
Auxiliar já fabricou mil ônibus.
A relação comercial entre a Viação Cometa e a Scania começou
em 1961. A empresa, por sinal, foi a primeira empresa brasileira a adquirir o
chassi Scania do modelo B-75. A partir dai o relacionamento, a união entre as
duas companhias foi cada vez maior. Em 1968 a Scania transformou-se em
fornecedora exclusiva de chassis de ônibus para a Cometa. E no ano de 1973 a
frota da empresa foi padronizada de vez com chassis da marca do grifo, sendo
então postos a venda todos os ônibus usados com chassis de outras marcas que
ainda estavam rodando na frota da Cometa, como os GM Morubixaba e os monoblocos
Mercedes O-321 e O-326.
Inclusive, pouca gente sabe ou relembra, mas entre os anos de
1961 a 1967 a Viação Cometa teve a maior frota do mundo ocidental de ônibus
monoblocos fabricados pela Mercedes-Benz do Brasil. Hoje (1991) a atual frota
de mil ônibus com chassis Scania é padronizada com os modelos K112CL 4 x 2 e
K113CL 4 x 2. E para manter a frota atualizada, a companhia de viação adquire,
em média, 150 a 180 chassis por ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias Apache Vip IV com a nova identidade da N.S. Penha As novidades da Opção Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 07/2021 Apache Vip V da 1001