Ônibus Paraibanos

Exposição resgata história de ônibus e caminhões antigos

Fonte: Folha de São Paulo

Fotos: 
Divulgação
ônibus Mercedes da década de 1950

Após o Salão Internacional do Transporte, São Paulo
recebe mais um evento voltado para o setor. Trata-se do VVR (Viver, Ver e
Rever) –Encontro Nacional de Ônibus e Caminhões Antigos–, que será realizado
nos dias 9 e 10 de novembro. Idealizada por Antônio Kaio Castro, 60, a 10ª
edição da mostra contará com a exposição de 35 ônibus e 33 caminhões. 

A iniciativa começou em 2003, quando ele ainda
trabalhava em uma empresa do setor de comerciais pesados. “Sempre gostei
de ônibus antigos. Adoro apreciá-los como uma bela obra de arte,” declara
Castro, hoje aposentado. Aproveitando-se do fato de atuar no ramo, ele foi
atrás dos seus contatos, que cederam unidades para a exposição. A parceria
garantiu a realização da primeira edição da mostra em 2004, com 11 modelos. No
ano seguinte, o número quase triplicou, indo para 30 veículos.

Modelos da Fábrica Nacional de motores, os famosos caminhões “fenemê”, farão parte da exposição

Com o sucesso das duas primeiras edições, o idealizador
do projeto resolveu ampliar o leque de atuação e fundou o 1º Clube do Ônibus
Antigos, em 2007.
Naquele mesmo ano, o VVR ganhou destaque ao receber o
patrocínio da Mercedes-Benz. Com o amparo financeiro da montadora alemã e o
aumento no número de expositores, o aposentado teve que mudar o local da
mostra, que passou a ser realizada no Memorial da América Latina, localizado na
zona oeste de São Paulo. Antes era no estacionamento de uma empresa do setor.
Ao longo desses anos, o projeto recebeu pelo menos duas
visitas de estrangeiros ilustres. A primeira delas foi do presidente do Museu
de Ônibus Antigo da Holanda, Jan van Setten. “Ele chegou com a mulher.
Fiquei muito emocionado”, lembra. A outra foi de John A. Kirchner,
professor emérito de geografia e transportes da Universidade do Estado da
Califórnia, Los Angeles (EUA). “Não sou muito bom no inglês e ele já
chegou falando. Corri atrás de um amigo para me ajudar”, recorda-se
Castro.
Para ele, as principais conquistas durante esses anos
exposições foram conseguir transformar em lei o “Dia da Preservação da
Memória dos Transportes em Ônibus”, comemorado em 30 de novembro –mesma
data da criação do 1º Clube do Ônibus Antigo- e colocar o evento no Calendário
Turístico do Estado de São Paulo.
FLECHA AZUL

A Viação Cometa, que completa 65 anos de história, vai
expor o Flecha Azul, CDL 7455. O modelo foi restaurado para fazer apenas 65
viagens, como parte do calendário de comemorações da empresa.
ENCONTRO NACIONAL DE ÔNIBUS E CAMINHÕES ANTIGOS
QUANDO: Dias 9 e 10 de novembro (sábado e domingo)
HORÁRIO: Das 9h às 17h
LOCAL: Memorial da América Latina
ENDEREÇO: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra
Funda
ENTRADA: Gratuita
Compartilhe esta matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.