Das pistas para as estradas

Fonte: Transpo online

Foto: Divulgação
A idéia veio das horas passadas pelo piloto Luciano
Burti em um simulador de Fórmula 1. Antes de cada corrida, as equipes fazem
seus pilotos gastarem um bom tempo reconhecendo as características de cada
circuito, suas curvas, pontos de ultrapassagem e frenagem, áreas de escape e
outros detalhes. Agora, influenciado pelos efeitos positivos da experiência
virtual e detectando o sério problema da segurança nas estradas e da falta de
motoristas, constituiu a empresa Navig, especializada em treinamento e reciclagem
para motoristas de caminhões e ônibus, utilizando metodologia calcada em
simuladores de direção e tecnologia similar à empregada em treinamentos aéreos. 

Para importação de equipamento, customização da Unidade
Móvel de Treinamento, elaboração de conteúdo e contratação de instrutores, a
empresa fez um aporte inicial de R$ 3,5 milhões, com projeção para retorno do
investimento em um período de três anos. O equipamento, de origem canadense,
funciona dentro de um escritório móvel que será transportado de caminhão. “Esse
é um dos principais diferenciais da Navig, já que a Unidade Móvel de
Treinamento (UMT) irá até o cliente e ficará à sua disposição o tempo necessário”,
diz Luciano Burti.
A Unidade Móvel de Treinamento é auto-suficente. Basta
um espaço para estacioná-la dentro dos perímetros da empresa. Além de oferecer
a Unidade Móvel com o simulador, a empresa disponibiliza dois instrutores que
cuidarão do treinamento teórico e prático dos motoristas. “Nos meses seguintes
ao treinamento, acompanharemos o resultado desses motoristas em seu dia a dia e
ele receberá o Certificado de Qualificação da Navig, caso atinja os resultados
de acordo com o curso que foi ministrado”, conta Burti.
O simulador Navig dispõe de diversos módulos de
treinamento. O carro-chefe é o curso de direção econômica, que leva o motorista
a economizar combustível durante o trajeto. “Após preparar-se com esse módulo,
o motorista é capaz de diminuir em até 10% a média de consumo de combustível.
Em alguns casos, pode chegar a 15%”, conta. Outro foco do curso é a direção
defensiva.  Segundo Burti, o simulador também poderá ser utilizado como
uma ferramenta para avaliação de motoristas em processos seletivos.
Simulador
O simulador Navig é produzido pela Virage Simulation,
empresa canadense que utiliza em seu processo de desenvolvimento o mesmo
conceito de simulação aérea. “Os engenheiros da Virage vieram da CAE, que é uma
empresa referência em simuladores aéreos. Foram responsáveis pelo
desenvolvimento de alguns simuladores da Airbus, Boing e da Embraer”, conta
Luciano Burti.
O conteúdo teórico e prático do curso foi desenvolvido
em parceria com o CFTC (sigla em francês que significa Centro de Formação de
Transporte de Charlesburg), um centro de treinamento para caminhoneiros baseado
em Quebec, no Canadá, que conta com mais de 120 caminhões próprios, 20 cursos,
sendo a maioria deles associados ao uso de simuladores.  “Essa parceria
foi essencial  para o desenvolvimento dos cursos e métodos de avaliação da
nossa empresa. Sabemos que o simulador é a ferramenta principal, porém precisa
de uma metodologia apropriada para alcançar seus resultados”, explica Burti.
Por enquanto, a empresa possui duas Unidades Móveis de
Treinamento para motoristas de caminhões pesados e ônibus, além de outra para
treinamento de motoristas de carros e VUC (Veículo Urbano de Carga). Um dos
simuladores para caminhões pesados já está sendo testado em São Paulo pela
Braspress, uma das maiores operadoras de encomendas expressas no Brasil. “A
ideia é aumentar o número de simuladores conforme a demanda do mercado”,
explica. “Além disso, estamos finalizando a climatização dos softwares para as
características do nosso país”, conta Burti.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança