Três empresas de ônibus de Bayeux se fundem e dão origem a “Gobus”

Fonte: Bayeux em Foco
Matéria / Texto: Welligton Silva
Fotos: Thiago Martins de Souza
As três empresas de ônibus que operam na cidade de Bayeux
fecharam acordo na tarde desta sexta-feira (11) e anunciaram o processo de
fusão. A união das empresas Wilson, Almeida e Das Graças vai dar origem a uma
nova empresa, a “Gobus”. Segundo
o empresário Adalberon Wilson, a fusão vai permitir uma melhor prestação do
transporte coletivo em Bayeux com uma logística voltada para atender às
necessidades dos usuários.

“O
rodízio de um dia uma empresa atender um bairro e no outro dia outra empresa,
por exemplo, vai ser resolvido com a união das empresas”, explicou
Adalberon.

Uma
nova diretoria administrativa vai gerir a “Gobus” e os proprietários
das três empresas exercerão cargos de conselheiros. “Toda parte
administrativa será unificada”, acrescenta.

A
previsão é que em 15 dias o novo sistema de transporte público de Bayeux esteja
em operação com nova identidade visual e itinerários.

Depois da formalização do negócio na área
administrativa, as empresas seguem para legalização junto à prefeitura e
Governo do Estado.
Ação na justiça
A mudança é reflexo de uma decisão da 4a Vara de Bayeux
que concedeu a tutela antecipada requerida pelo Ministério Público estadual e
determinou uma série de medidas que deveriam ser adotadas pelos órgãos públicos
e empresas para corrigir as irregularidades no transporte coletivo municipal e
intermunicipal na cidade.
Uma luta da
juventude
A ação civil pública nasceu a partir de um movimento
articulado pelo membro do movimento de juventude Bayeux em Ação, Nilberlândio
Silva. Usuário do serviço e morador do Jardim Aeroporto, ele coletou
assinaturas e apresentou uma ação ao Ministério Público.

Ao
lado do ativista social Leo Micena, idealizador do movimento Bayeux em Ação, o
grupo de juventude deu andamento as ações e acompanhou de perto seus
desdobramentos. Também contribuíram para o debate sobre transporte público
William Santos e Alysson Pereira.

4 comentários em “Três empresas de ônibus de Bayeux se fundem e dão origem a “Gobus””

  1. ATENTO A TODOS QUE EMBORA SEJA INICIALMENTE UMA BOA IDEIA UNIFICAR E FORTALECER UMA NOVA EMPRESA EM PROL DE UMA MELHORIA NO SERVIÇO DE TRANSPORTES DAQUELA REGIÃO, DE NADA ADIANTARÁ SE ESSA "NOVA EMPRESA" SE NÃO TIVER O APOIO DOS GESTORES PUBLICOS NO TOCANTE A DAR INCENTIVOS E SUBSIDIOS PARA QUE ESSA NOVA ADMINISTRAÇÃO FAÇA MELHORAR O SISTEMA DE TRANSPORTES DE PASSAGEIROS QUE ATUALMENTE É MUITO DEFICITARIA, MESMO PORQUE NÃO SE CONSEGUE PRESTAR UM BOM SERVIÇO A UMA SOCIEDADE ONDE E O PRINCIPAL CONCORRENTE HAJE DE FORMA INJUSTA E ILEGAL, NÃO SOU USUÁRIOS DE TRANSPORTES DA CIDADE DE BAYEUX MAS DESEJO BOA SORTE PARA ESSA FUSÃO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.