As novidades da Expresso Nacional de Luxo não são tão novidades assim…

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto / Fotos: Ruan Silva
A Expresso Nacional de Luxo, já trouxe em 2013 mais de
20 ônibus para renovar sua frota urbana que opera linhas municipais em Campina
Grande. Que os novos administradores da empresa (que ainda pertence aos
Cândidos, porém os diretores são diferentes desde 2011), estão investindo na
reestruturação da empresa, isso é fato, porém os ônibus que chegaram neste ano,
vieram todos usados de outras empresas do grupo, como Transnacional de João
Pessoa, Reunidas e Santa Maria de Natal. Alguns deles com 10 anos ou mais em operação nas
linhas dessas empresas e subistituindo até carros mais novos que eles. 

Sem contar que, os últimos ônibus que vieram 0 km,
foram em 2011, mesmo assim fabricados em 2010. De lá pra cá, além dos ônibus
que vieram de outras empresas do grupo (Todos Marcopolo Viale com chassis
Mercedes-Benz OF-1721 ou OF-1722 produzidos entre 2002 e 2005), foram
adquiridos três Marcopolo Torino oriundos da Transportes Santo Antônio de Duque
de Caxias, RJ. No período ainda veio um outro Marcopolo Torino, com carroceria
0km mas com chassi 2007, fruto do reencarroçamento do Neobus Road da empresa
que tombou entre as cidades de Teixeira e Maturéia no ano passado.
Já a situação no setor rodoviário da empresa não anda
tão ruim. No ano passado, chegaram três ônibus 0 km, os três do mesmo modelo, Marcopolo
Viaggio G7 1050 com chassis Mercedes-Benz, sendo dois com motorização OF-1722 e
um com OF-1721 Bluetec 5. Porém, a frota da Nacional é carente de ônibus
rodoviários com motorização traseira, já que sua principal linha, a João Pessoa
X Princesa Isabel, percorre 410 km e fazer esse percurso num ônibus de
motorização dianteira, é cansativo e um pouco desconfortável.
Apesar da Nacional estar passando por um lento processo
de reestruturação, é necessário uma melhora da imagem da empresa junto aos seus
usuários, pois a opinião deles sobre os serviços da empresa não são os
melhores. Certo que cada vez mais estão mais ônibus na frota, mas já se faz
necessário a aquisição de ônibus urbanos para a frota urbana da empresa,
oferecendo mais conforto aos seus usuários e diminuindo um pouco mais a
possibilidade de defeitos de seus veículos durante a operação.
Vejam as aquisições da empresa em 2013:

9 comentários em “As novidades da Expresso Nacional de Luxo não são tão novidades assim…”

  1. Com uma passagem por R$ 2,10 (apenas 0,10 centavos a menos em relação à capital), com circulares bem menores e sem a presença de cobradores em seus ônibus, a nacional ainda "renova" sua frota com os restos de Natal e J.Pessoa. Essa empresa é uma piada! Que venha licitações urgentes pro transporte coletivo (por ônibus) em Campina, antes que aconteça algo semelhante ao que ocorreu com o ônibus da santa rita. E viva a Cruzeiro!

  2. Enquanto a transnacional Campina Grande verdadeiramente renova sua frota trocando ônibus velhos por novos (zero KM) a expresso nacional diz que está renovando sua fronta, mas na verdade está substituindo latas velhas por outras. É o mesmo que trocar 6 por meia dúzia.

  3. Eu digo que os homens desse grupinho são homens com H se eles tentarem fazer em Natal o que fazem em Campina. Em Natal empresário anda na linha, baixa a cabeça, escuta, fala baixinho e obedece ordens. tentem! Vocês não se acham os tais!? Tentem levar lata velha para Natal! Ai eu digo que vocês são machos. A Compahia de Trânsito de Natal tem o xicote certo. TENTEM!? KKKKKKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte