Vendas de ônibus crescem 5,2% no semestre

Fonte: Automotive Business
Matéria/Texto: Camila Franco
Foto: Divulgação

Assim como tem influenciado positivamente o
desempenho do setor de caminhões, a economia tem estimulado a produção e as
vendas de chassis de ônibus. De acordo com dados apresentados pela
Associação Nacional dos Fabricantes e Veículos Automotores (Anfavea) na
quinta-feira, 4, os licenciamentos de ônibus cresceram 5,2% no primeiro
semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 15,5
mil unidades. Somente em junho último, a alta nas vendas foi de 36,4% sobre
junho de 2012, para 2,4 mil chassis. 

“O bom desempenho do segmento de ônibus está
relacionado ao avanço da economia brasileira, que tem repercutido em mais
investimentos em infraestrutura”, comentou Luiz Moan, presidente da Anfavea,
durante reunião com a imprensa. 
Somado a isso, assim como ocorreu para os
caminhões, a alta porcentual expressiva se explica pelo fraco desempenho das
fábricas nos primeiros meses de 2012, em consequência da adoção da motorização
Euro 5 para atender aos limites de emissões do Proconve P7. 
Foram produzidos no primeiro semestre deste ano
21,5 mil ônibus, 36,1% a mais do que o anotado em intervalo semelhante de 2012.
Do total, 3,5 mil foram modelos rodoviários e exatos 18 mil urbanos,
confirmando os investimentos públicos nas cidades. 
Em junho último, saíram das linhas de montagem
pouco mais de 4 mil chassis, sendo 3,5 mil urbanos e 551 rodoviários. O volume
é mais alto do que o produzido em junho do ano passado (18,9%) e em maio deste
ano (4,9%). 
As exportações de ônibus somaram 3,9 mil unidades
no semestre, acréscimo de 6,5% sobre mesmo intervalo do ano passado. Em junho
foram enviados 902 chassis, o que representa uma leve queda de 1,1% sobre o
mesmo mês de 2012 e uma expressiva alta de 41,6% sobre maio deste ano.
Mercedes-Benz reduz participação no
segmento
A tradicional líder Mercedes-Benz, no entanto,
reduziu sua participação no período em expressivos 10,5 pontos porcentuais e
respondeu por 37,6% do total vendido, com 5,8 mil emplacamentos, queda de 17,8%
sobre o volume licenciado entre janeiro a junho de 2012. 
A retração beneficiou a MAN, segunda colocada no
segmento, que ganhou 4,3 pontos de presença no mercado. A companhia alemã
vendeu 4,6 mil caminhões, com alta de 22,8%. Parte desse avanço foi
impulsionado pelo programa Caminho da Escola, que tem a empresa como principal
fornecedora de veículos. 
A Agrale se manteve na terceira colocação em
vendas, com pouco mais de três mil unidades, volume 75,5% superior ao do ano
passado. O aumento das vendas garantiu mais 7,9 pontos de participação, para
19,7%. A Volvo permaneceu na quarta posição, com 5,7% de presença no segmento
de ônibus. A empresa vendeu 889 chassis no primeiro semestre, com retração de
6,1% sobre o resultado de um ano atrás. 
Já a Scania subiu uma colocação e foi a quinta
empresa que mais vendeu no País. Foram emplacadas 555 unidades da companhia,
com leve queda de 0,5%, garantindo market share de 3,6%. A Iveco reduziu suas
vendas em 8,3% entre janeiro e junho, para 541 ônibus. A empresa respondeu por
3,5% do mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 09/2021 Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001