Polícia prende suspeitos de assalto a ônibus em João Pessoa

Fonte: PB Agora
Foto: Divulgação
A Polícia Militar prendeu, nessa terça-feira (11), três pessoas e
apreendeu dois adolescentes suspeitos de assaltarem pelo menos quatro ônibus
coletivos nos bairros do Padre Zé, Tambauzinho e Expedicionários, na Capital.
Os acusados foram detidos logo após os crimes e todo dinheiro e objetos
roubados foram recuperados. Em um dos casos, no bairro Treze de Maio, os
policiais da Força Tática do 1º Batalhão prenderam Roni Carlos Lima da Silva,
de 18 anos, que tinha acabado de assaltar dois ônibus que faz a linha 603
(Bessa-Shopping) e já se preparava para assaltar um terceiro coletivo.

De acordo com o capitão Clecitoni Albuquerque, logo que o primeiro ônibus foi
assalto, na Avenida Tancredo Neves, as viaturas intensificaram as rondas na
área e localizaram o acusado em um ponto próximo ao local, esperando os ônibus
da linha Mandacaru. Com ele foi encontrado todo dinheiro roubado dos dois
coletivos. O acusado foi levado para a 2ª Delegacia Distrital, no Centro.
Já na avenida Epitácio Pessoa, os policiais do Choque apreenderam dois
adolescentes, de 14 e 15 anos, que estavam armados com facas e tinham acabado
de assaltar um ônibus que faz a linha 513 (Tambaú-Bessa), nas imediações do
bairro dos Expedicionários. Com eles foi recuperado todo dinheiro dos roubos e
ainda seis celulares dos passageiros. Os dois foram levados para a Delegacia da
Infância e Juventude, no Centro da Capital.
Meia hora depois, o casal Robson Miller Cavalcanti da Silva, de 27 anos, e
Maria Gonçalves da Silva, de 24 anos, foi preso no bairro de Tambauzinho após
assaltar, utilizando uma faca, o ônibus da linha 1500 (Circular). O dinheiro
tomado por assalto foi recuperado e os suspeitos levados para a 12ª Delegacia
Distrital, em Manaíra.
O Comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Almeida
Martins, adiantou que as ações irão continuar. “Estamos cumprindo
rigorosamente as diretrizes do comando geral para intensificar as ações contra
essas pessoas que praticam assaltos a ônibus. Estamos fechando o cerco para
garantir a segurança dos usuários do transporte coletivo”, explicou.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.