Área de manobra e estacionamento dos ônibus no Rodoshopping está afundando

Fonte: Patos online
Foto: Divulgação

Parece
piada mas não é. Inaugurado há pouco mais de dois meses, está ficando
impraticável a manobra e estacionamento de ônibus no Rodoshopping de Patos. E
não é só a área interna. A área construída para o acesso a partir da rodovia
que vai para o aeroporto também está afundando e já não suporta a passagem dos
ônibus.

Qual seria a explicação para a situação? Para alguns
naquele local já foi um lixão e o terreno não suportaria o peso dos veículos.
Para outros, o piso foi feito todo em base de areia e por isso estaria
afundando. De quem a irresponsabilidade? De quem fez o projeto? Da empresa que
executou? Da SUPLAN que não fiscalizou a obra? Do DER a quem se destinava a
Rodoviária? De quem afinal? Mas não adianta procurar responsáveis, por que o
responsável último é o governo do Estado. E Ricardo Coutinho que tanto criticou
o viaduto “sonrisal” de Cícero Lucena, tem em suas contas a rodoviária
“sonrisal” de Patos. O prédio do Shopping, em si, pelo menos até agora, não
apresentou problemas, até por que não está funcionando ainda, mas a parte
utilizada para manobra e estacionamento dos ônibus é uma verdadeira vergonha. E
é porque não tivemos inverno este ano. Já pensaram se tivesse havido inverno?
E por falar em “sonrisal”, não sei se procede o que me
disseram na sexta-feira, no Rodoshopping, a empresa que executou a obra de
adaptação do shopping para funcionar com rodoviária teria sido a mesma que
construiu o viaduto “sonrisal” em João Pessoa. Seria o cúmulo da ironia, já que
Ricardo foi o maior crítico de Cícero depois da construção do famoso viaduto.
 Aliás a história da nossa nova rodoviária é uma
piada desde o começo. Ela foi inaugurada com iluminação fornecida por um
gerador, por que a Energisa não fez a ligação do rodohopping, alegando que as
instalações elétricas estavam fora dos padrões. Toda a instalação teve que ser
refeita. E agora começam a surgir outros problemas graves na obra.  
De
qualquer maneira, vamos ao que interessa. Que se faça com urgência a
recuperação do espaço destinado aos ônibus que trafegam por Patos, pois o nosso
rodoshopping é um péssimo cartão de visita. A saída, segundo alguns curiosos,
seria pavimentar logo todo o parque de manobras em asfalto, única maneira de o
local ficar resistente. Só que, se a base não tiver consistência, o asfalto,
por si só, não suportará o tráfego dos veículos pesados. A vantagem do asfalto
é apenas garantir que os paralelepípedos ou lajes pré-moldadas se mantenham
juntas, mas afundará da mesma maneira se não houver uma base consistente.
(LGLM) 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 09/2021 Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001