Editorial: será que a Marcos da Silva merece?

Fonte: Portal Ônibus
Paraibanos

Editorial
da Equipe
Durante
essa quinta-feira (2) no grupo da “Paraíba Bus Team”, no Facebook,
onde atualmente reunimos mais de 400 participantes, fomos surpreendidos com um
link de uma foto triste de se ver para quem gosta de ônibus em João Pessoa, mas
que para alguns ditos participantes do hobbie esse momento lamentável é motivo
de chacota e alegria. A foto que nos referimos é essa mostrada ao lado, onde
vemos o 0981 da Marcos da Silva num Depósito Judicial no bairro do José
Américo, na capital; e segundo informações do autor da foto por lá também
estavam os carros 0980 (idêntico a esse 81), 0982 e 0983. Vejam aqui o
editorial completo e saibam mais sobre essa depredação gratuita do hobbie e de
uma empresa clássica do sistema pessoense!

Para
quem quiser conferir a foto, que foi postada no site Ônibus Brasil, o link é
esse a seguir. Até o fechamento dessa matéria (23:03 de 02/05/2013), a foto
está disponível com todos os comentários na íntegra no link: http://onibusbrasil.com/oex/1769657/
Quem
não reconheceu o local da foto ou simplesmente nunca viu esse lugar, esse é o
Depósito Judicial Desembargador Raphael Carneiro Arnaud , do Poder Judiciário
do Estado da Paraíba. Localizado às margens da principal via do José Américo,
por lá encontram-se vários automóveis apreendidos, indo desde motocicletas até
tratores. A título de curiosidade, por lá encontram-se três sucatas da extinta
empresa de ônibus estatal, a Setusa. Nessa foto ao lado vemos a frente do
Depósito Judicial, com detalhe para o trator da Caterpillar e a sucata de
Monobloco O-371 da Setusa logo acima do portão. Cliquem na foto para poder ver melhor.
Mas
voltando ao assunto, como diz o título da matéria, será que a Marcos da Silva
merece isso? Antes que alguém questione a pergunta, nós esclarecemos que a
pergunta não se refere ao motivo/causa dos ônibus terem sido apreendidos, mas se refere ao tratamento que os ditos “busólogos” (um termo estranho, mas é assim que chamam) estão tendo com o caso e com essa empresa que por tantos anos
sempre serviu a cidade de João Pessoa? Só para constar, muita calma nesse
momento é essencial, por dois motivos. Primeiro que ninguém sabe o motivo
desses ônibus estarem apreendidos. E segundo que aqueles que hoje torcem e
acham graça pelo encerramento de atividades da empresa (conclusão tirada por
eles mesmos através de seus comentários) serão os mesmos que no futuro
reclamarão das operações do Grupo A Candido, já que todos sabem que seriam eles
os novos proprietários, ou alguém que lê essa matéria aqui sonha que uma nova
empresa de ônibus entraria no sistema pessoense, revolucionando o transporte na
cidade? Aliás, já que chegamos nesse assunto, vou deixar uma pergunta off-topic
no ar aqui… que mania idiota é essa de achar que tudo que é ruim atualmente
no sistema de transporte coletivo na Paraíba, tem gente que acha que
Transnacional salvaria? Não vamos nos prolongar nesse assunto, pois renderia
outra matéria (enorme por sinal), mas fica a pergunta no ar…
Para
ficar mais fácil, decidimos juntar os comentários maldosos postados pelos
“busólogos” na foto postada
no Ônibus Brasil numa só imagem. No tamanho que aparece abaixo não dá para ler, mas abrindo a imagem em outra janela e dando zoom dá para ler perfeitamente. Vejam:
Cliquem na imagem para conseguir visualizar melhor o texto, e deem zoom para ficar melhor ainda
Por
prevenção nós apagamos os nomes dos referidos e também suas respectivas fotos
para evitar problemas, pois é a última coisa que queremos. Problemas todos
temos em nossas vidas pessoais para ter “pobrema” com burrólogo (vulgo busólogo). Deixamos apenas as letras iniciais de
cada um. Os nomes que aparecem normalmente são de pessoas que não fizeram
comentários desagradáveis, e não teria motivo para ser escondido.
No
meio de tantos comentários idiotas, vemos os já conhecidos como “coveiros
da Marcos da Silva”, perguntando até se “Podre compra o caixão?”.
Não deu pra entender, né… ele escreve torto, assim mesmo, mas o que ele quis dizer
claramente é “Pode comprar o caixão?”. Outros, que não são daqui nem
entendem do sistema simplesmente perguntou por que os ônibus foram apreendidos,
e já é respondido por pessoas aparentemente bem entendidas da situação da
Marcos da Silva que “A empresa deve até os dentes, deu nisso aí…”.
Para
ver esses comentários é só acessar o link que deixamos mais acima ou clicar aqui. É necessário
ter conta no site Ônibus Brasil e estar logado para poder visualizar os
comentários.
Como dissemos anteriormente, muita calma nesse momento é
essencial. É um simples caso de apreensão, que não é difícil de se ver em
qualquer lugar com qualquer tipo de empresa. Novamente salientamos que não estamos nos sentido ofendidos por essa idiotice toda feita por esses busólogos, e sim estamos questionando o tratamento feito por essa criançada que, por quem se diz apaixonado por
ônibus, isso não deveria ser usado como motivo para aparecer, ganhar fama e
achar graça, passando por cima de todo o saudosismo e de tudo que a empresa
ofereceu por décadas para João Pessoa. Há quem veja e diga: “Mais que
merecido, a 003 – Jaguaribe é muito mal operada!”… mas não é de hoje que
a 003 é mal operada, isso é um fato, mas na questão isso não é sofrido apenas
pelos usuários da 003. Quem nunca viu superlotação em linhas como 118, 701,
510, 513, 603, 5100 ou 302 que atire a primeira pedra. Ônibus lotados não é um
problema apenas da Marcos da Silva, mas sim de todas as empresas de João
Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Porto Velho, Rio de Janeiro, Recife,
Natal, São Paulo, Manaus, Brasília, enfim, a lista é imensa, isso é um problema
nacional e até mundial.
Não somos meros fãs da empresa nem tampouco temos alguma
ligação com ela, porém torcemos para que a nossa querida Empresa de Transportes
Marcos da Silva se recupere o quanto antes!

Urbanuss Pluss da Busscar adquirido zero quilômetro pela Marcos da Silva

O espaço está totalmente aberto aqui no Portal Ônibus Paraibanos para a Empresa de Transportes Marcos da Silva usá-lo como quiser e achar melhor 🙂

_____________________

ATUALIZAÇÃO
(23:54 03/05): O comentário na foto no site Ônibus Brasil, postado por A.G., com o texto “Podre compra o caixão?” foi apagado. Sabe-se lá por quem ou a pedido de quem.

31 comentários em “Editorial: será que a Marcos da Silva merece?”

  1. gostei dessa sua matéria. È lamentável esse tipo pessoa que diz que gosta de ônibus é humilhar as empresa para min é sujar o nome da Busologia paraibana esse tipo de busologo é sem ética

    1. Não, não nos doemos. Acho que você precisa reler a matéria e tentar entender o que quisemos dizer.

      Mais algum problema, Sr Emerson Nóbrega?
      Na próxima disfarce melhor seu comentário, ou então comente com seu nome mesmo.

      Passe bem e claro, muito obrigado por mais uma visita sua aqui. Volte sempre, a casa é sua, mas não entre de sapato. Não esqueça de divulgar essa matéria entre seus amiguinhos.

  2. Em consideração ao trecho:

    "vou deixar uma pergunta off-topic no ar aqui… que mania idiota é essa de achar que tudo que é ruim atualmente no sistema de transporte coletivo na Paraíba, tem gente que acha que Transnacional salvaria? Não vamos nos prolongar nesse assunto, pois renderia outra matéria (enorme por sinal), mas fica a pergunta no ar…"

    Gostaria de fazer um adendo sobre a mania que também existe de se achar que tudo de ruim na Paraíba, há gente que acha também uma empresa de fora resolveria.

    A Transnacional há muito tempo já deixou de ser essa salvadora da pátria faz tempo, já que agora tem tantos ou mais problemas que ela deixou de ser uma solução para ser o próprio problema.

    Aí as pessoas recorrem aos modelos de fora do estado, primeiro, como se os modelos de fora fossem aplicados igualmente aqui ou se os empresários de fora realmente se importam com nós. RN prova muito bem isso; onde que os grupos de fora resolveram todos os problemas operacionais da capital potiguar?

    Há empresas de fretamento de empreendedores paraibanos como a própria Brisamar ou Águia Turismo, a qual mereciam uma oportunidade de mostrar serviço num transporte público, e ao invés de pedirmos que um tubarão engula o peixe pequeno, ou uma baleia engula o tubarão, se atentar ao modelo de serviços que elas vem prestando. É melhor que achar tudo o que se vê de fora bonito e dizer "ah eu quero isso para cá". Modelo é uma coisa que como o próprio nome diz, se molda, se adapta a realidade. Do contrário, são manequins pré-fabricados que nem sempre reproduzem a real situação das coisas.

    No mais, apenas isso.

  3. Quanto à questão da empresa, quem me conhece sabe que não gosto de ter uma relação de torcida com uma empresa ou time de futebol por algo chamado "relação de troca": se times de futebol não me dá em troca alguma coisa que altere minha rotina, porque torcer por eles? Nem por isso detrato os times de futebol: são empresas e pagam seus impostos. Creio que a situação nesse caso se aplique melhor.

    A situação da Marcos da Silva vem sendo constantemente acompanhada pelos meus retratos e fotoartes no AT&F (no qual nosso foco é a situação de momento e não a agressão gratuita a pessoas físicas e jurídicas- se não todo o sentido do trabalho se perderia), onde são propostas soluções e queremos debater o assunto com quem realmente interessa; a população comum, que utiliza o transporte público todos os dias, e é para essas pessoas que a Marcos da Silva e qualquer outra operadora trabalham.

    O que acontece da garagem para dentro, é uma coisa que só quem trabalha na empresa sabe, e nesse momento não cabe julgar se não há uma certeza. A minha preocupação está aqui fora. Pelo usuário comum. Ele não sabe o que se passa na empresa, mas está lá, pagando uma passagem cara para andar mal e chegar muitas vezes atrasado ao seu ambiente de trabalho ou de estudo. E eu mesmo morando no Rangel e sendo praticamente obrigado a cada um dos meus cinco ônibus diários para chegar na faculdade a utilizar um carro da Transnacional sei disso, enfrento as superlotações e problemas que não são raros dada a própria burocracia que é se chegar até onde estudo, e não posso ignorar o que o usuário comum sente no momento.

    Como já postei no blog em janeiro, já presenciei protesto dentro de um veículo da Marcos da Silva por parte dos estudantes do IFPB. E nesse momento, eles, bem como os pacientes do Laureano ou do CAIS de Jaguaribe não querem saber se a empresa tem 40 anos de estrada ou tem uma história no sistema pessoense. Querem apenas uma coisa que foi pedida para a empresa e dela não estão recebendo em troca: respeito.

    Desse rolo a Wilson de Bayeux, que já teve carro apreendido aí, já passou e já saiu. A Marcos da Silva consegue superar ao menos esse rolo e tirar os carros daí, basta usar os meios que a lei prevê, ainda mais porque esses carros prestam serviço público e a lei não pode privar a população disso.

    No mais, novamente encerrando minha colocação com essa frase, respeito e bom senso. Qualquer outra coisa diferente disso será conflitante com qualquer interesse da empresa e dos usuários.

  4. Essas crianças não merecem ser chamados de busólogos e sim de Bozólogos torço muito pela recuperação da MDS abraços para todos da PBT

  5. Antonio Medeiros

    Basta chegar qualquer novidade na Marcus da Silva que esses palhaços vão bater na porta da garagem pra tirar foto com a tekpix deles. Duvido, vão correr de lá nem que seja na base da bala do porteiro.

    Super ridículos e ainda se dizem busólogos. Só sabem denegrir empresa gratuitamente, igual fazem com a Transnacional chamando os carros dela de Topic. São uns palhaços donzelos mesmo!

    1. Quando eu falei que não perco mais tempo clicando ônibus da "Merda da Silva" eu to falando no cotidiano atual e não no passado! No passado cometi um erro gravissimo que foi perder meu tempo clicando esses tais ônibus.

      E outra coisa, minha câmera foi comprada a vista, não compro parcelado que nem vc não seu otário!

  6. Esse cara que comentou ela deve ser um barbao da transnacional nao liguem com esse ze mane falando coisas sobre a MDS quem vai se queimar e ele e nao vc,s e fato que a MDS ainda ta ativa em JP queiram ou nao queiram.
    Fabio Alcantara

    1. Gostaria que você fosse mais claro a respeito do comentário, já que as referências negativas da Marcos da Silva não foram feitas por "esse cara", e sim por "esses caras". Os comentários considerados maldosos do print deste post foram feitos por cinco pessoas.

      Se a citação foi feita a meus dois comentários, creio que você tenha interpretado mal. Quis me referir a relações de troca e como a empresa não está correspondendo a elas. Tem algumas coisas no post que ao público-alvo do portal são coerentes, mas eu mesmo tinha referido a preocupação com os usuários aos editores do portal, que interpretariam isso como posicionamento de empresários (e lá fora o patronato tem imagem de mercenários, não é para menos). Ouvi todas as partes envolvidas e cheguei a uma conclusão na qual as partes em questão não são os ofensores ou os ofendidos, mas sim ao real interessado nisso tudo que não sabe de nada: o usuário. Daí porque quis ser prudente no comentário.

      Quanto à Transnacional, nem preciso dizer que já tive muitos problemas nos serviços dessa empresa. Como, aliás, todos os dias. Já tive de descer do carro na Integração por superlotação. Já tive que esperar muito por uma linha que me levasse até o Rangel, e os carros demoram muito! O descaso no Rangel é enorme por parte dessa empresa, e certamente a população do meu bairro não vai aguentar isso calada por muito tempo.

      Se eu tiver que fazer uma referência crítica, não será vazia. Pelo menos é conhecendo os problemas que se tem a propriedade de se posicionar diante de um assunto. No caso da Marcos da Silva, é melhor se posicionar a respeito do serviço (que é visível) do que a respeito da empresa em si. Do mesmo jeito que uma detratação pode ter uma má impressão, uma defesa pela defesa também pode ter. Tem coisas que para o público-alvo do portal convencem, mas para os usuários do 003, por exemplo, não. E tem que se lidar que públicos possuem opiniões a respeito daquilo que vivenciam.

      O AT&F é justamente a aplicação prática dessas questões todas que venho discutindo. É o que você pensa, o que os usuários pensam, entro ali um pouco na cabeça de cada um, da mesma maneira que trato da novidade de uma empresa, trato dos problemas de uma forma dinâmica. Tô me comunicando de um modo geral sabendo que na Internet você tem um público-alvo, mas não sabe quem está olhando aquilo e quem você está atingindo. É o típico tiro no escuro.

      E qualquer coisa que se afirme o contrário, é porque ainda não conhecem o trabalho que venho desempenhando. Sem precisar agredir ninguém, até porque a gente chama a atenção de modo a ajudar também.

      O tratamento com a MDS e com qualquer outra empresa deverá ser como ela é: uma prestadora de serviço público. Se ela não corresponde, as pessoas terão má impressão e eu por mais que defenda não conseguiria convencer o usuário do contrário.

      E o caso do tema do post não é exatamente este, já que o que foi relacionado pelo editorial do PBT foi o problema que os comentários geraram para a imagem institucional da empresa.

      http://alltypesefotoartes.josivandroavelar.com
      http://www.facebook.com/alltypesefotoartes

  7. Quanto aos comentários enviados por mim, cabe lembrar que não interpretem como defesa ou crítica de empresa, até porque eu sofro com as mazelas de todas elas. Eu mesmo me referi várias vezes a Trasnacional por conta dos maus serviços que ela vem prestando (e de fato não me calei quanto a isso). Quem afirmar o contrário, precisa conhecer o projeto All types & Fotoartes. Afinal, o trabalho é feito para usuários comuns, que interpretariam a defesa de uma empresa mal, e conheço bem os atributos dos públicos envolvidos na questão da mobilidade urbana. E a gente sabe que os usuários-leitores querem ter as suas vozes ouvidas.

    Uma leitura recomendada sobre o caso é o post "Todo relacionamento precisa de sintonia". Como o Blogger não posta links em comentários, copiem e colem o link abaixo – e após ler, caso precisem comentar, tem as opções dos comentários nativos e por Facebook. Agradeço ao Paulo Rafael desde já pela análise do texto e espero contribuir para uma melhor interpretação e análise dos fatos bem como a preservação da credibilidade dos fatos, já que me preocupei com isso no momento que um usuário comum ler a matéria.

    http://www.josivandroavelar.com/2013/05/todo-relacionamento-precisa-ter-sintonia.html

  8. Na verdade avelar aquele comentario anterior foi direcionado para aqueles 5 caras que comentaram a postagem do onibus brasil.
    Fabio alcantara

  9. Foi aqueles que eu chamei de barboes da transnacional por que quem tem essa postura grotesca de comentar a foto e falar mal da MDS e inventar factoides sem fundamento logico ou veridico isso e ridiculo.
    Fabio alcantara

  10. Atenção Sr. JC Barboza,

    Primeiramente eu não comentei nesse blog de merda não! Estou comentando agora!

    Procure sabe quem é que está comentando as postagens desta merda!

    E sou homem o bastante pra postar um comentário com o meu nome, pq eu tenho uma conta no Google seu babaca!

    Vai babar o ovo do dono da Marcos da Silva vai! Pq pra mim essa empresa já devia ter saído do sistema de JP!

  11. Rapaz isso nao e jeito de se tratar uma pessoa,eu sei que as opinioes sao diferentes e cada um tem o seu ponto de vista mais usar palavroes chulos e ofensivos isso e desrrespeitoso e grotesco demais e emerson nobrega tu podia ter sido moderado em seus comentarios meu amigo eu respeito as suas opinioes mais precisava ter feito isso cara.
    Fabio alcantara

    1. Fábio Alcantara, sou moderado com quem é moderado comigo! Esse que se entitula o "Busólogo Mestre", vem desde antes, no início da minha galeria me atacando com denuncias das minhas fotos que eram simplesmente excluidas por motivos fúteis e inexistentes.

      E ainda por cima, usa o perfil do Grupo PBT, pra e ameaçar no Face!

      E com todas essas coisas eu sou o que não tem moderação? Deixo essa pergunta no ar!

    2. Não meu amigo eu respeito a sua opinião mais se o PBT esta usando de atitudes irresponsaveis o problema e deles e deixem eles se explodirem para lá tu vai se esquentar com isso.

      Ao invés de se degladiarem eram para esses membros do grupo estarem unidos e não passando um por cima do outro por causa de besteira como aconteceu,a tua opinião emerson e a tua opinão e eles tem que aprender a respeitar a opinião e aliás vivemos nesse pais em um estado democratico,pois foi isso que causou a cisão em 2009 no PBT.

      Eu não sei com que essa atitude o PBT vai parar…..Uma pena!!!!!

    3. Sr. Fábio Alcântara, ao contrário do que vc mencionou, ninguém do grupo Paraíba Bus Team se degladiou por motivo algum, até porque todas as nossas decisões são tomadas entre nós e tudo é decidido com ampla maioria dos membros da Paraíba Bus Team. Apenas discordamos de ofensas a empresa Marcos da Silva, que como você disse, vivemos num país democrático e também temos o direito de opinar, certo? Ninguém passou por cima do outro e tampouco desrespeitamos opinião nenhuma, nem dos mais intelectuais dos busólogos paraibanos, apenas mencionamos que somos contrários a opinião de alguns e justificamos o pq fomos contrários a tal opinião que julgamos infudada e isso também é opinar, por isso também queremos respeito a nossa opinião.

      Ao contrário do que você pensa, não vamos parar até porque temos audiência qualificada e não precisamos e nem nos importamos com que determinadas pessoas que não pensam, falam de nós. Possuímos conteúdo necessário para manter uma certa qualidade em nosso portal e pela união de toda equipe da PBT, o nosso trabalho não parará e no atual momento evolui cada vez mais.

      O cidadão que se faz de vítima mais acima, faz acusações graves e infundadas continuamente a membros de nossa equipe, inclusive criando adjetivos a membros nossos que nunca foram usados e injuriando a todo o grupo, como fez chamando a PBT de grupo de m… e infelizmente temos que o aturar, até pq se Jesus não agradou a todos, não será a PBT que vai agradar, ainda mais a pessoas que não somariam em nada ao nosso conteúdo.

      E ao contrário do que foi dito por alguns seres aqui, a matéria foi feita pelos membros da equipe, não todos, mais por alguns que assumem total responsabilidade por tudo o que foi descrito.

  12. Para os que diziam que a marcos da silva estava falida ela conseguiu pagar e ter os seus carros de volta para os babacas que falaram mal da MDS fiquem caladinhos agora um abraço

    1. Foi relacionado a alienação fiduciária, no qual o bem é tomado como garantia de pagamento dos veículos, e houve certamente problemas que levaram a isso, os quais foram resolvidos.

      Os mandados de busca e apreensão ainda estão fixos nos carros 0980 e 0983 relatando o motivo das apreensões – a quem tiver a oportunidade de olhar, pode olhar. No 0980 está no para-brisa; no 0983 (não vi se no 0982 também estava fixo), na porta traseira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 09/2021 Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001