Ônibus Paraibanos

Torino 1989 Scania na Paraíba – Parte 4 (Interurbanos)

Fonte:
Portal Ônibus Paraibanos

Matéria/Texto:
Kristofer Oliveira
Colaboração:
Elias Neto / Josivandro Avelar

Desenhos: Gilberto Costa Júnior
5525, um dos Torino Scania que a Wilson teve

Na
quarta postagem da série, é a vez de abordar os que circularam na frota
interurbana da grande João Pessoa, todos F-113HL. E incrivelmente, dois
exemplares ainda estão presentes. Vamos conferir quem eles foram e quem ainda
está na ativa aqui nessa matéria, a penúltima edição dessa série de matérias de
cinco partes sobre os clássicos Torino 1989 com chassi Scania!

*
Não esqueçam de clicar nos desenhos se desejar vê-los em tamanho original.
Roger
A Roger que operava as linhas de Cabedelo teve o 51.13, que chegou a meados
de 1992 e ficou até 1995, quando foi vendido para a Transurb de João Pessoa, na
qual ocupou o prefixo 0223.

Wilson
Ela teve dois exemplares, com prefixos 5524 e 5525.Foram adquiridos em 1991.
O primeiro ficou até 2011, enquanto que o segundo foi desativado em 2007. Ambos
tiveram os prefixos preenchidos em 2011 com Viale OF-1417 ano 2002 oriundos da
São José/RJ. Operavam nas linhas de Bayeux.

Santa
Rita –
A empresa da cidade homônima teve quatro na sua frota, com prefixos
50.15, 50.28, 50.29 e 50.30. Vieram no começo dos anos 90 e saíram de
circulação em meados de 2005~2006, quando operavam linhas internas do município
junto com os Vitória remanescente da frota.

O
primeiro prefixo voltou a ser ocupado em 2008 com a chegada de um Torino 1999
oriundo da empresa Atlântica, de Alagoas, que ficou na frota até 2012. Atualmente, todos os quatro
prefixos estão desocupados.
Almeida
É a única empresa que ainda mantém os seus exemplares na ativa, operando as
linhas de Bayeux. Vieram em 1991 e possuem os prefixos
5615 e 5616.

A
cidade do Conde também teve ônibus nessa configuração operando na antiga linha
112, que passava pela parte principal da cidade e seguia até o distrito de
Jacumã, mas optamos em falar dela na postagem inicial com a Etur e Boa Viagem
por dois motivos: ambas empresas foram as únicas em operar simultaneamente
linhas de João Pessoa e a do Conde; e, enquanto esses exemplares duraram, a
linha do Conde era integrado ao sistema pessoense, tanto que tinha um código do
corredor 1. Para ver as outras edições, os links seguem abaixo.
_____________________
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.