TIP Valentina: Primórdios do sistema integrado‏

Fonte:
Portal Ônibus Paraibanos

Matéria/Texto:
Josivandro Avelar
Apesar de ser considerado um marco à
época da primeira gestão do então prefeito Ricardo Coutinho (atual governador
do estado), a iniciativa de criação de um terminal físico de integração de
passageiros como existe no Varadouro não era inédita. Em 1998, era inaugurado o
Terminal de Integração Inaldo Camelo Vieira, a Integração do Valentina (ou
TIP-1 Valentina, na nomenclatura oficial da Semob), pela conta própria da Boa
Vista, que construiu uma estrutura cercada e coberta de terminal de passageiros
na entrada do conjunto, com calçada no nível do piso da escada dos veículos.

Histórico e
terminal sob administração da Boa Vista –
Na época, havia uma grande sobreposição
de linhas no bairro via Cruz das Armas, por causa das várias ramificações
criadas para a linha do Valentina quando a Boa Vista assumiu a área da Etur:
além da 118 via Paratibe, existiam ainda a 119 via Sonho Meu, 120 que passava
na principal e até mesmo chegou a existir uma linha 121. Na foto ao lado vemos um CAIO Vitória da Boa Vista dentro da integração do Valentina. Detalhe para as grades pintadas na cor laranja, a base da empresa.
Era a única opção de corredor para quem
morava nas partes mais afastadas do Valentina, e muitas vezes acontecia dos
veículos se chocarem em horário no corredor 1, gerando prejuízo para a empresa
que rodava ali já com veículos vazios em algumas linhas e cheios em apenas uma.
Para resolver esse problema, a Boa Vista desenvolveu a primeira experiência
integracional da cidade, só que restrita apenas às suas linhas.
A partir da estrutura construída na
entrada do bairro (Rua Flodoaldo Peixoto), os passageiros poderiam descer do
seu veículo e pegar outro sem pagar uma nova passagem. Com a consolidação do
sistema, as linhas do Valentina via Cruz das Armas foram sendo transformadas
nas atuais integracionais (ou alimentadoras), restando somente a linha 120 como
a única ligação do bairro à Cruz das Armas. Apenas uma dessas linhas já existia
antes mesmo da criação do sistema, a linha da Praia do Sol.
Entram no terminal as linhas 120 (atual
5120), 519 (atual 1519) e 2300, pois essas eram as linhas pertencentes à Boa
Vista no conjunto à época. As linhas I008-Paratibe e I009-Boa Esperança
substituem as linhas 118 e 119 (121 já havia sido extinta muito antes).
O TIP
Valentina ganha as cores da São Jorge –
A São Jorge assumiu a operação do
terminal do Valentina em setembro de 2002 como consequência da compra da Boa
Vista pela mesma. Assumiu linhas, carros e terminais, incluindo o de Integração
do bairro. O laranja das paredes e grades dá lugar ao verde, vermelho e branco
da empresa dos A.Cândido logo que a transição das linhas de uma empresa para a
outra é concluída.
A linha I010-Facene fora criada pela
São Jorge após assumir o terminal, mas foi extinta em 2011 em agrupamento à
linha I008, a fim de atender os usuários da linha 120 (recriada) que desejassem
ir até a Integração do Valentina, já que a mesma não passa na frente do
terminal. A foto abaixo não foi feita dentro do Terminal de Integração do Valentina, e sim no Terminal de Integração do Varadouro, mas serve para ilustrar algumas das linhas do bairro do Valentina, operadas pela Viação São Jorge:
Em 2008, a linha I009-Boa Esperança é
disputada entre a São Jorge e a Boa Viagem, sob alegação de invasão de área – os
ônibus da São Jorge penetravam na área do Colinas do Sul, que era de domínio da
Boa Viagem (atual Santa Maria). Por ocasião do imbróglio, a então STTrans
determinou a divisão da linha em regime de rodízio, por meio da qual a linha
ficaria 3 meses com a São Jorge e 3 meses com a Boa Viagem. Um mês depois, o
rodízio foi revisado e as duas empresas passaram a revezar a operação da linha
mensalmente (1 mês com uma, 1 mês com outra).
Por causa disso, a Santa Maria é a
única empresa que pode entrar no terminal de integração controlado pela São
Jorge, no intervalo de 1 em 1 mês.
Viale OF-1417 da Santa Maria dentro da integração do Valentina
As linhas 1500, 5100 e 3200, da
Transnacional, não entram no terminal do Valentina. Apenas passam em frente.
O terminal
hoje
Por ser um terminal de caráter particular (pertence à São Jorge), o
TIP Valentina tem uma estrutura muito simples e limitada se comparada às
estruturas de integração do Varadouro e do Colinas do Sul. Para entrar e sair
do terminal, é necessário se fazer isso de ônibus, pois não há guichês de
pagamento de passagem no terminal, impedindo assim que a entrada no terminal
seja feita sem que o passageiro tenha utilizado ônibus antes. Na foto acima a entrada dos ônibus que acessam o terminal, e no lado direito o carro 0206, estacionado do lado de fora da integração.
E também por conta do caráter
particular do terminal, o esquema de integração de determinados bairros é muito
limitado. As linhas da Transnacional não entram – e além disso, um par de
circulares tem uma linha que entra no terminal e outra não, caso do 2300 e
3200. O morador do Rangel, por exemplo, se quiser ir para a Praia do Sol, deve
pegar o 2300, passar pelo Centro, pela Pedro II, por Mangabeira e por toda a
principal do Valentina para poder chegar até o terminal e pegar o I004. O que
faria em 20 minutos num 3200, faz em 1 hora e 20 minutos num 2300.
O TIP Valentina também é ponto final
das linhas integracionais I004, I008 e I009.
As linhas que
atualmente utilizam o TIP Valentina são:
·        
I004-Praia do Sol
CAIO Apache Vip I, carro 0264 na linha I004
·        
I008-Muçu Magro/Nova Mangabeira
Outro CAIO Apache Vip I, carro 0235, dessa vez na linha I008
·        
I009-Boa Esperança (compartilhada em
regime de rodízio mensal com a Santa Maria)
·         118-Valentina/Cruz das Armas
·        
1519-Valentina/Epitácio-Cruz das Armas
·        
5120-Valentina/Cruz das Armas-Epitácio
·        
2300-Circular

2 comentários em “TIP Valentina: Primórdios do sistema integrado‏”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte