Ônibus Paraibanos

Destinos da Paraíba – Especial de Carnaval – Conde

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: Kristofer Oliveira
Fotos: Acervo Paraiba Bus Team


Após
falarmos do litoral norte paraibano, chegou a hora de falar do litoral sul, que
compreende duas cidades: Conde e Pitimbu. Inicialmente falaremos da primeira.
Se
as terras ao norte era território dos índios Potiguaras (e uma parte ainda é),
o sul era a terra dos Tabajaras, ambas rivais. Se índio tem fama de andar nu, a
fama do município está justamente no naturismo, na praia de Tambaba. 

O
município foi explorado inicialmente pelos holandeses, na qual a sua primeira
denominação foi Mauricéia, em homenagem ao mandatário do domínio holandês, o
Maurício de Nassau. Após a capitania da Paraíba ser recuperada pelos
portugueses, o topônimo foi alterado para Conde. Passou pelo status de povoado,
vila e distrito, sendo este pertencente ao município de João Pessoa. Conquistou
sua autonomia em 1963. Curiosamente no século passado enquanto era distrito de
João Pessoa, teve sua nomenclatura alterada para Jacoca e Vila do Conde.

Atualmente
possui uma população estimada em mais de 21.000 habitantes, distribuídos em 173
km². Está distante a 17 km de João Pessoa, tendo dois acessos: Pela BR-101 e
pela PB-008. A área do município mais conhecido é o seu belíssimo litoral, no
distrito de Jacumã. Curiosamente, poucos sabem que o litoral pertence a este
município, pois, erroneamente, nos guias de turismo todo litoral condense
consta como sendo de João Pessoa, similar ao que ocorre com o pôr-do-sol em
Cabedelo, na praia do Jacaré. O turismo de sol e mar é a principal atividade e
destino de quem vem à Paraíba com essa finalidade. Possui desde simples
pousadas a luxuosos resorts, além de uma grande gama de restaurantes com opção
para todo gosto.

No
Wikipédia, existe uma denominação para melhor compreender a beleza do litoral
do Conde, apontada como um dos mais belos do Nordeste, e de toda a Paraíba:
“As
longitudes mais orientais e litorâneas do Conde possuem dos sítios geográficos
litorâneos mais atípicos, belos e endêmicos do mundo, ao contrário da zona de dunas
(de imensa extensão entre o RN e o MA por exemplo), lagoas (muito comuns em AL,
SC, RS e norte do RJ), morros (comuns entre o ES e SC, tal como na costa
asiática do sudeste e leste), planícies (a grande maioria das praias do mundo
se situam nessa sub-divergencia geofísica), etc. Isso se dá pela complexidade
geoquímica única de suas falésias sedimentares, tal como morfologia bem
trabalhada pelos ventos e marés, verde intenso e vívido no alto do tabuleiro,
coqueirais, rochas com formas complexas esculpidas pela ação das marés e ventos
numa combinação única de elementos naturais de rara beleza. Em Coqueirinho por
exemplo o que mais chama atenção é o padrão geo-matemático com formas que
lembram uma espiral ou mesmo um caracol num jogo de reflexão de sedimentos e
correntes formando algo único e especial”.
As
praias são:
* Praia do Amor – Famoso por uma rocha
furada em formato de coração, acima do arrecife natural onde às ondas quebram. 

* Praia de Jacumã – A mais badalada e
movimentada, na qual o carnaval mais se concentra. Localizado no centro do
distrito homônimo.

* Praia de Carapibus – Formado por corais
que aparecem na maré baixa.

*Praia de Tabatinga – Possui dois
maceiós, corais e uma trilha dentro de uma remanescente mata atlântica que termina
em uma fonte de água mineral.

* Praia de Coqueirinho – Famosa por suas
falésias e cânions multicoloridos. Considerada a praia mais bonita da Paraíba.

* Praia de Tambaba – Única praia de
naturismo do Nordeste, isolada naturalmente por uma formação geológica.

Assim
como ocorreu com boa parte do litoral nordestino, na qual a especulação
imobiliária e turística tratou de destruir as particularidades e peculiaridades
da beleza natural litorânea, em detrimento de interesses financeiros de
terceiros, o município do Conde está passando pelo mesmo processo, tendo certo
agravante: passar por cima da lei. O caso mais grave é na APA de Tambaba, que
possui uma reserva estimada em 14 mil hectares, cortada pelo rio Grau, com
diversos espécimes endêmicos, na qual está previsto a destruição do local para
a construção de um resort, conversando APENAS 10% da área, descaracterizando a
beleza da região e seu potencial.
Confiram
a programação do carnaval no Conde neste link: http://www.portalcondenews.com/2013/02/carnaval-de-jacuma-2013-prefeita-define.html
A
empresa Santa Maria opera para a cidade através de duas linhas: 

5301
– Conde/Jacumã via BR-101 – Transita por Cruz das Armas, Lagoa e rodoviária.
Possui dois horários no dia para a praia de Tambaba, passando pela rodoviária
às 06:00 e 16:00. 

5305
– Jacumã via PB-008 – Parte do seu terminal na praia de Carapibus e só vai até
o terminal das linhas 301/2514/5206/5600 em Mangabeira.

Ambas
as linhas devem receber reforços na frota e seus horários ampliados, como
ocorreu nos anos anteriores.
Visite
o Conde, um dos destinos da Paraíba!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.