Conhecendo as linhas: 101 – Grotão

Fonte: Rota Bus PB
Matéria/Texto: Kristofer Oliveira
Fotos: Acervo Paraíba Bus Team

Eu
desconheço a data de criação do bairro do Grotão, mas pelos conhecimentos que
tenho, acredito que tenha sido no início dos anos 80. Se o Costa e Silva já
existia nos anos 70, é certo que o Esplanada e Ernany Sátiro foram fundados
posteriormente. Como o bairro do Geisel também já existia nos anos 70, restava
habitar o grande terreno que ficava localizado entre esses bairros…e assim
surge o Funcionários II, além do Grotão. Provavelmente, os Funcionários III e o
IV foram criados após alguns anos.



A linha Grotão foi criada no início dos anos 80,
provavelmente em 1984, para atender essa nova expansão da zona sul pessoense,
além do Ernany Sátiro, Costa e Silva e Cruz das Armas. Quando os Funcionários
III e IV ganham força, foi criado a linha-irmã da 101, a linha 114 (que terá
sua história contada no futuro).



Quando a linha foi fundada, a Etur operava, uma
vez que estava na sua zona de atuação. Apesar de ter se transformado numa linha
importante do corredor 1, a frota da linha não era das mais novas comparado com
as linhas 102 (Costa e Silva), 105 (Cidade) e 115 (Distrito Industrial), por
exemplo, sendo esta última a principal linha de Cruz das Armas. No fim dos anos
80 e início dos 90, a linha 101 era operada por Monobloco O-364, Amélia,
Gabriela e Vitória. No fim da era da Etur em 1994, o Torino 1989, tanto os MB
como os F-113 HL, apareciam esporadicamente na linha.

Quanto a operacionalidade da linha, seguiam os
problemas das demais…horários atrasados e quantidade insuficiente para
atender a demanda, uma vez que andavam lotados nos horários de pico. Quanto a
ônibus quebrados constantemente, eu não tenho fontes para confirmar. 

Após o fim a Etur em 1994, a linha foi negociada com o Grupo A Cândido.


Nascimento da Reunidas e continuidade
da 101



Em 1994, a Reunidas surge operando inicialmente as
linhas 101, 102, 114 e 109, que pertenciam a Etur. Posteriormente, vieram as
402 e 209, remanejadas da Transnacional.
A 101 nas mãos da Reunidas se firmou como uma
grande linha do corredor 1, na qual teve sua frota ampliada para 12 carros e
melhorada consideravelmente, mesmo com a frota da Reunidas sendo composta, a
priori, com os usados da Transnacional.

Thamco Scorpion 0804 que rodou na 101
Em 1995,
vieram os primeiros carros novos da Reunidas, com a 101 recebendo um grande
lote de GV, sendo a provavelmente a 1ª vez que teve sua frota renovada com
ônibus zerado. 



No dia 12 de outubro de 1996, o terminal da linha
deixou o Grotão e passou a ficar nos Funcionários II, localizado dentro do seu
itinerário no bairro. O terreno no qual os ônibus ficavam no repouso foi
destinado para a ampliação de uma escola. Porém, até o momento a 101 mantém o
local como ponto de apoio, encerrando e abrindo as viagens a partir desse
antigo terminal. Porém, quando algum ônibus vai entrar no repouso, ele segue
fora de serviço para o terminal.



No fim de 1996, a 101 recebe uma fragmentação,
tendo 3 carros desviados para fazer o trajeto “João Paulo II”, bairro
novo vizinho aos Funcionários II e Geisel, após a linha 107 da Boa Vista deixar
de fazer esse itinerário. Em 1999, esse desvio é oficializado como linha,
surgindo a A101 – João Paulo II.



No ano 2000, a linha passa a contar com o serviço
opcional, e recebe 2 Senior 2000 com ar condicionado. O serviço durou até o ano
de 2011 na qual tinha apenas um carro operando. Enquando o serviço durou foi um
sucesso e teve uma demanda considerável. Em raros momentos contou com Senior
Midi climatizado.

Após a
desativação do serviço opcional, a linha passa a contar com um ônibus 6×2,
dando um fôlego para a demanda nos horários de pico.

Durante 10
dias no início de maio do ano de 2009, a linha 101 e 114 se fundiram, precendo
a numeração 101. A experiência não deu certo.



No dia 25 de agosto de 2011, a linha passa por
seu episódio mais triste, ao ter um carro da sua frota criminalmente incendiado
por marginais, supostamente seguindo ordem de presidiários. A vítima foi o
Torino 2007 0806.

Atualmente,
a linha 101 possui 8 carros na sua frota, sendo 7 deles fixos na linha. Como a
linha faz parte do quadro “corujão”, o que roda pela madrugada é
coringa, sendo qualquer um da frota convencional. Nesse horário diferenciado,
atende também os Funcionários III, IV e o Colinas do Sul.
Ao longo da
sua trajetória na Reunidas, a linha 101 permanece como uma das principais da
empresa. A média da idade da frota fixa deve chegar a 2,5 anos, recebendo
carros novos todos os anos, tendo como a única exceção em 2008. Teve como base
os Torino GV e 1999, e atualmente conta com o Viale e o Torino 2007. Eu tenho
um grande apreço por essa linha, pois a partir dela foi que eu passei a gostar
de ônibus na minha infância. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 09/2021 Apache Vip V da Matias Vissta Buss 400 da Cantelle El Buss 320 L da Solazer El Buss FT da Dom Bosco Apache Vip V da Viação Novacap Vissta Buss DD da 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 08/2021 Senior da PB Rio Apache Vip V da Viação Pendotiba Apache Vip V da N.S. Penha Vissta Buss 360 da 1001