Iveco encerra primeira fase de testes do ônibus GNV

Fonte: Metropolionline
Fotos: JC Barboza

A primeira fase de avaliação do Iveco Eurorider
movido a gás natural veicular (GNV), que passava por testes no transporte
metropolitano de passageiros da Grande Belo Horizonte, foi concluída este mês.
Após rodar mais de 5 mil quilômetros, em 45 dias, na linha 1280 (Lindeia – Via
Cidade Industrial Belo Horizonte), com carga máxima de operação, o ônibus
passará agora por uma nova etapa de desenvolvimento e análise de resultados. A
previsão é que o Eurorider esteja novamente nas ruas em janeiro. “A Iveco conta
com um programa de pesquisa e análise dos dados do veículo, e precisa
interromper a circulação do ônibus em alguns momentos para averiguação e
controle do desempenho”, explica Paolo Del Noce, diretor da Divisão de Veículos
Especiais da Iveco.


Em circulação desde o dia 29 de outubro, o
Eurorider tem correspondido às expectativas dos usuários, que têm dado retorno
positivo, principalmente, em relação ao conforto e à comodidade oferecidos. Os
testes do veículo fazem parte de uma parceria entre a Companhia de Gás de Minas
Gerais (Gasmig), a Secretaria de Estado de Transportes e Obras (Setop), a Iveco
e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros Metropolitano
(Sintram), que assinaram um convênio de projeto piloto para testar, durante seis
meses, a tecnologia GNV no transporte coletivo de Belo Horizonte e avaliar o
desenvolvimento e a adaptação do veículo nas condições reais do país.

Os motores movidos a GNV emitem 95% menos óxido de
nitrogênio, substância que causa chuva ácida e agride a camada de ozônio, e 99%
menos material particulado (poeiras, fumaça e partículas sólidas). E, ao
contrário do diesel, a queima do gás natural não produz óxido de enxofre e
elimina 22% menos gás carbônico no ar. Além disso, a tecnologia reduz entre 10
e 30% o custo operacional e a diminuição em 6 decibéis do nível de ruído, em
comparação ao mesmo modelo movido a diesel.
O Iveco Eurorider é ônibus modelo 4×2, com motor
FPT Cursor 8, câmbio automático e suspensão pneumática, desenvolvido na Europa.
Possui chassi flexível, indicado para aplicações variadas, que possibilita mais
conforto, resistência, flexibilidade e comodidade aos usuários. O veículo é
ideal para aplicação rodoviária e urbana, com capacidade para 42 passageiros
sentados, fora o motorista, e 35 em pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança