Conhecendo as linhas especial – O corredor 6 – Linhas do Bessa (Parte 4/4)

Fonte:
Portal Ônibus Paraibanos

Matéria/Texto:
Josivandro Avelar

A história da família 600
– Contar a
história da linha 600 é impossível sem contar a história de quem nasceu junto
com ela, dado que o contexto e a demanda as une como uma família, a família
600. A linha 500 nasce junto, e a sua filha mais controversa, a linha A600,
menos de dois anos depois. A linha 600 nasceu no dia 7 de dezembro de 2008,
como linha Opcional. Vejam mais aqui na quarta e última parte dessa série sobre
o corredor 6 e suas linhas!!! 

* Essa matéria é a quarta e última parte. Veja a primeira parte clicando aqui, e também a segunda parte clicando aqui. A terceira parte pode ser vista clicando aqui.
Foi o momento que a frota de Opcionais passa a ter
o nome e a numeração da Reunidas. Junto com ela nasce a linha 500. As duas
linhas até então rodavam com os códigos 601 e 510, mas faziam itinerários
diferentes das versões convencionais, indo até o Condomínio Val Paraíso, onde
fica o terminal das mesmas.
A intenção da diferenciação era não confundir os
usuários das duas linhas, separando-as definitivamente no momento que o sistema
Opcional mudava de empresa.
A linha 600 chegou a ser encurtada até o Manaíra
Shopping, mas voltou ao Val depois de várias reclamações dos moradores da
comunidade. Dado o insucesso da tentativa de reativar o itinerário do antigo
Bus Shopping por cima do 600, no dia  15 de abril de 2010, é criada uma
nova linha: A600-Manaíra Shopping, inicialmente com dois veículos da
Transnacional (os dois oriundos da recém-extinta linha 604-Padre Zé). Em 2011,
a linha tem seus carros substituídos por micrões, tornando-se Opcional. A
incorporação acontece simultaneamente com a extinção do 5204 Opcional, tendo
esta linha passado a rodar com 6 convencionais.
E depois que se tornaram as únicas linhas opcionais
do sistema junto com o A600, com a desativação das outras linhas, agonizaram
junto com o sistema que já estava descaracterizado há muito tempo.
Ar-condicionados não funcionavam regularmente, os veículos viviam lotados e tal
como no colapso do 5204, as linhas ainda enfrentavam a restrição da tarifa.
Apesar de ainda cobrarem o mesmo preço das passagens dos ônibus comuns, não
aceitavam meias, gratuidades e nem as integrações; nem na própria Integração
eles entravam, mesmo após todos terem sido repintados como Unitrans.
As linhas tornam-se convencionais a partir de abril
de 2012, sendo integralmente renovadas com os carros que a empresa havia
acabado de adquirir. Porém, ainda rodavam com o mesmo número de veículos que
tinham quando ainda eram opcionais.

Em 3 de novembro de 2012, a linha 600 chega a ser
extinta, tendo seus dois veículos incorporados a linha A600. Isso gerou o
colapso do 603, já que a linha A600 não vai até o Val Paraíso e o Lucy; da
Tancredo Neves, vai até o Shopping e o Hiper. Depois de reclamações dos moradores
das comunidades, a linha foi reativada vinte dias depois com cinco veículos,
pondo fim a linha A600 depois de dois anos de circulação, três mudanças de
estrutura (já foi da TN, já foi Opcional e já foi Reunidas) e nenhum resultado
significativo que justificasse sua existência, já que em praticamente todas as
viagens, os carros rodavam com pouca quantidade de passageiros.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.