Ônibus Paraibanos

Grave acidente envolvendo ônibus escolar deixa seis pessoas feridas e estudantes desesperados no Sertão

Fonte: Diário do Sertão
Foto: Divulgação

Uma colisão envolvendo o Ônibus de transporte
Escolar do Município de Nazarezinho, placa OFB 0759 com o Veículo, Gol, branco,
placa MVC 9482 deixou várias pessoas feridas por volta do meio dia desta
segunda-feira (26). De acordo com informações o Ônibus que era
conduzido pelo Motorista identificado por Ronaldo, transportava alunos das
comunidades do Jenipapeiro, Nova Olinda e Queimadas para a Cidade de
Nazarezinho. O transporte Escolar que estava com lotação de
quase 35 alunos foi fazer uma manobra na pista para retornar, quando numa
ladeira, o Motorista não percebeu aproximação do Gol com quatro pessoas em alta
velocidade. 

Ônibus
avançou ao subir a ladeira para a pista de rolamento, acontecendo à colisão
frontal. Os quatro passageiros do Gol saíram feridos e com escoriações leves e
graves. Alguns alunos também saíram feridos e assustados do
sinistro. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar
Socorro. Também o SAMU foi chamado para dá assistência às vítimas que ficaram
deitadas debaixo de uma árvore até a chegada do resgate.
Os socorristas do SAMU e do Corpo de Bombeiros
realizaram o serviço de resgate das vítimas, depois encaminhado para o Hospital
Regional de Sousa para atendimento médico.
Francinaldo Isidório da Silva, 42 anos, casado,
residente em Nazarezinho era o taxista que conduzia o Veículo Gol, e saiu com
várias pancadas na cabeça, tórax, pernas e braço.
Thiago Brito de Lima, 16 anos vinha como passageiro
no Taxi, residente em Sousa.  Ele saiu com leves escoriações, e pancadas
pelo corpo.
Francisca Anastácio, residente em Nazarezinho, com
uma forte pancada na cabeça, e escoriações pelo rosto.
Outros alunos também saíram lesionados levemente,
sem ser preciso de assistência maior.
O condutor do Ônibus, conhecido por Ronaldo, sofreu
pequenos arranhões pelo corpo.
A Guarnição do PPtrans esteve no local para tomar
as providências necessárias ao sinistro.
Vejam o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.