Ônibus Paraibanos

Será que mudando a pintura disfarça?

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: JC Barboza
Fotos: JC Barboza/Thiago Martins de Souza

Não
é de hoje que muitas pessoas reclamam sobre a operação e a frota da empresa
Wilson que tem a concessão das linhas que ligam a cidade de Bayeux á João
Pessoa. Foi criado até um blog chamado O “Caos em Bayeux” (http://caosbayeux.blogspot.com.br/)
para retratar os problemas na cidade, principalmente em relação ao transporte
público. Três são as empresas que operam o eixo João Pessoa X Bayeux. São elas
Das Graças com 3 ônibus, Almeida com 14 e Wilson com 30. As empresas alegam ser
prejudicadas pelo baixo valor da tarifa, o trânsito caótico da Avenida
Liberdade, mas principalmente o transporte clandestino, por isso o não
investimento na frota e na operação.

Em
Outubro de 2011 a empresa Wilson adquiriu alguns Viales com fabricação em 2002,
mudaram o layout da empresa adotando a cor prata e grafite em sua pintura. Vejam a matéria na época (http://www.onibusparaibanos.com/2011/10/wilson-com-novidade-de-frota-e-pintura.html) Esperava-se que junto ao novo layout da Wilson viria um novo tempo na empresa
melhorando a qualidade de seus serviços e frota. Mas uma empresa que adquire ônibus
com 9 anos de fabricação não tem compromisso com a melhoria dos seus serviços,
pois mesmo com a atividade predatória dos clandestinos, a demanda existente das
linhas, a empresa tem alguma rentabilidade, pois a mesma tem um bom fluxo de
passageiros, as linhas tem baixa kilometragem e recentemente os cobradores
foram retirados dos seus ônibus restando uns quatro ou cinco carros que ainda
possuem cobrador. 
No
período de um ano a Wilson adquiriu 7 ônibus sendo que TODOS tem fabricação
entre 2001 e 2002 e nem todos receberam a pintura prateada, já que apenas cinco
ônibus da empresa receberam o novo layout. Três foram os primeiros Viales da
empresa e dois Torinos que já faziam parte da frota da empresa que foram
reformados e receberam o novo layout. Outros três ônibus “novos”
receberam só o nome da empresa e a numeração de ordem na pintura branca e um
recebeu o antigo layout com a cor amarela.
A
Almeida também entrou na onda de mudar a pintura doa sua frota, só que ela foi
implantada em sua frota no ano de 2003 em um único ônibus, posteriomente em
outro ônibus, bem antigo que já foi vendido e em Agosto desse ano reformou um
Ciferal Gls Bus fabricado em 1997. A Almeida não adquire um ônibus desde 2003 e
desde então tem vendido ônibus e não os repondo, consequentemente diminuindo a
frota operante.
Curioso
que a única empresa de Bayeux que não mudou a pintura foi a Das Graças e ela é
a que presta o serviço mais decente na ligação da cidade da grande João Pessoa
com a capital paraibana. Sua frota é composta com veículos antigos, fabricados
em 1997, porém, muito bem conservados e com cobrador. A operação dela é
satisfatória em suas duas linhas e só não é melhor pois divide essas linhas com
a Almeida e Wilson que bagunçam toda a operação.
Como
nós vimos, não basta mudar só a pintura das empresas, tem que se mudar as
idéias de operação e manutenção da frota. Se os clandestinos apareceram, foi
devido a alguma deficiência existente. Se o serviço fosse bom, eles não
apareceriam e continuar com o mesmo pensamento que deram a brecha para os
clandestinos, só tende a agravar a situação!
Compartilhe esta matéria

1 comentário em “Será que mudando a pintura disfarça?”

  1. JC bela matéria, Parabéns.

    Esses ônibus da Wilson só são conservados por fora, mas por dentro são uns lixos maior sujeira, cadeiras quebradas e o teto afundando.

    Já na Almeida o único que presta e o 56.07 é conservado por fora e por dentro.

    A Das Graças pra mim é a melhor empresa de Bayeux e seus ônibus são melhores que alguns Viales da Wilson. O único da empresa que não é bom e o 5703, pois ele quebra muito. O 5701está sem aquelas saídas de emergências do teto colocaram plásticos para proteger do sol e da chuva. O 5702 não tem nem o que falar, esse é o melhor!

    Um exemplo do teto afundando e o 5514 da Wilson por fora a pintura está como nova, mas por dentro o teto esta afundando quando chove molha todo mundo tem duas cadeiras quebradas são aquelas mais altas antes da porta traseira só esculta o ririri delas.

    Nós moradores de Bayeux sofremos muito com o Transporte Publico. Não esquecendo XÔ TRANSPORTE CLANDESTINO!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.