Conhecendo as linhas: 204 – Cristo

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: Josivandro Avelar

A linha 204 é bem mais que uma linha: tornou-se um
verdadeiro complexo que acompanhou o crescimento da parte oeste do bairro e das
comunidades que se formaram ao redor dele, que cada vez mais se distanciavam do
centro nervoso do Cristo e do Rangel. Tanto que à medida que a demanda crescia,
a linha acabou gerando duas filhas: a 208, fruto de cisão de três dos carros da
linha, e o 5204, resultado de uma cisão dos Opcionais do 204 com os do 511. Saibam mais aqui nessa matéria sobre a história da linha 204 de uma forma mais completa e histórica!

Do outro lado da área onde a linha roda estão as
comunidades da Rua do Rio e Cidade dos Funcionários, comunidades essas
separadas do Cristo pelo Rio Jaguaribe, mas que contam com vários acessos
terrestres e uma divisão de área aparente: de um lado as 3 linhas do complexo
204 (204, 208 e 5204) operadas pela Unitrans/Transnacional, do outro as linhas
105 e 109 operadas pela Santa Maria.

Nesta série contamos a história da linha 204 e como
ela evoluiu de uma simples linha radial interna para um complexo de três
linhas.
CAIO Gabriela na então linha “Cristo Redentor”

Linha 204 – Cristo: bairro do Cristo
não se resume só a ser parte do corredor 2. Pelo tamanho, foi criada uma linha
interna que trafega pelas partes mais distantes do bairro, que integra por
completo o segundo maior contingente populacional de João Pessoa, junto com o
Rangel. Essa linha ligaria essas comunidades da parte oeste do bairro até o
Centro. Supõe-se que a linha tenha sido criada em meados de 1970.

A linha nasceu “Cristo
Redentor” e fora operada pela Canaã, sendo uma das linhas mais antigas do
bairro. Como todas as outras linhas, recebeu em 1986 um código numérico, no
caso do Cristo, 204.
A Canaã seria incorporada mais tarde
à São Judas Tadeu, que opera a linha durante um breve período de tempo até
dezembro de 1988, quando a atual operadora, a Transnacional, assume a linha.

Em seus tempos mais áureos, antes de
1993, a linha chegou a operar com 12 carros. E até abrigou veículos únicos
quando a TN se permitia variar a frota. Lá estiveram presentes entre 1992 e
1995 os primeiros e únicos Thamco Scorpion de João Pessoa, 0722 e 0780, além
dos GLS Bus Ciferal 0776, 0777, 0780, 0781 e 0782, os últimos remanejados do 511. Na foto ao lado o 0777, Ciferal, rodando na 204.

Desde 1999 ela deixou de ser uma mera
receptora de veículos de outras linhas e passa a categoria de linha principal,
recebendo Torino GV como 0749 e 07129, primeiros veículos zero desde os
Scorpion. Nessa mesma condição, em 1999, a linha 204 é incluída no sistema
Opcional, com os carros 07209 e 07212, de onde sai com a criação de sua segunda
filha, a linha 5204-Cristo/Manaíra Shopping, que absorve tanto seus opcionais
quanto os da linha 511-Tambaú/Manaíra Shopping.

Marcopolo / Veneza II da Viação São Judas Tadeu. Empresa essa que também operou a 204 como foi citado logo acima

Lá passaram também o Urbanuss Pluss Busscar 07198 e o
Viale 07172, primeiros desses modelos na linha. A linha também acolheu os
carros mais novos de linhas que a TN havia deixado de operar, casos dos atuais
fixos 07208, ex-integrante do 513, e 0721, ex-integrante do 603.
Em 8 de outubro de 2011, a linha 204
(bem como a linha-filha 5204) passa por alteração em seu itinerário dentro do
bairro, passando a circular nas ruas Dom Bosco, Francisco Cabral e José Monteiro,
atendendo as comunidades Casarão, Vale Verde e Novo Horizonte, áreas do Cristo
que fica a menos de poucos metros do bairro de Cruz das Armas. Em 2012, o
itinerário é remodificado: da José Monteiro, os ônibus passam a trafegar numa
paralela antes, a José Tavares, visto que a infraestrutura da José Monteiro não
suportou o tráfego de ônibus.
A atual frota do 204 é composta pelos
carros 0721, 0738, 0748, 0765, 0782 e 07208.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.