Ônibus Paraibanos

Ônibus rodoviários da Mercedes-Benz ganham novos componentes

Fonte: Transporte Mídia
Foto:Divulgação

Os modelos
rodoviários da linha O 500 RS 1836, 4×2, e O 500 RSD 2436, 6×2, da
Mercedes-Benz ganharam novos componentes como câmbio automatizado de oito
marchas GO 240/8 PowerShift, novos sistemas de segurança, freios a disco e
segundo eixo traseiro direcional no modelo 6×2. Todas essas novidades foram
apresentadas pela montadora na Fetransrio, no Rio de Janeiro, no começo de
outubro.Segundo Gilson
Mansur, diretor de vendas e marketing de ônibus da Mercedes-Benz do Brasil,
além de melhores resultados operacionais, o incremento de itens de segurança e
tecnologia permite que as empresas de transporte de passageiros ofereçam
serviços com mais qualidade.

Com a ampliação de
oferta de componentes, os modelos rodoviários O 500 RS e RSD passam a ser
equipados com o novo câmbio GO 240/8 PowerShift, desenvolvido especificamente
para ônibus e que conta com retarder integrado. O câmbio mecânico tem
acionamento eletropneumático automatizado, sem pedal de embreagem, que
proporciona menor fadiga no motorista. Pode ser operado nos modos automático ou
manual, dependendo da preferência do condutor do veículo.
O PowerShift
contribui para o consumo de combustível e pode minimizar as diferenças de
estilo de dirigibilidade, fazendo com que a média de consumo da frota melhore.
Outra vantagem é a visualização da marcha engatada no painel de instrumentos.
Além disso, a qualquer momento, o motorista pode assumir a operação, ou seja,
selecionar o engate de marcha desejado por meio da alavanca de seleção
semelhante a um “joystick”.
A gama de
equipamentos de segurança ativa dos ônibus rodoviários O 500 da Mercedes-Benz
passa a incluir o ESP (Programa Eletrônico de Estabilidade), que melhora a
estabilidade do ônibus e a segurança de condução.
Em conjunto com o
sistema de freio eletrônico EBS, o programa ESP reduz o risco de derrapagem em
caso de desvios repentinos e manobras bruscas. Quando ocorre uma situação
emergencial em curvas apertadas – como, por exemplo, sair da faixa de rolagem
ou mudar repentinamente de via – a velocidade do veículo é reduzida para um
nível que restabeleça a estabilidade de condução.
Outra novidade é a
introdução do freio eletrônico EBS (Electronic Brake System), programa que
controla todos os sistemas de frenagem do veículo, como o ABS (antibloqueio de
rodas), ASR (controle de tração), freios a disco, Top Brake, freio-motor e
retarder. A linha de rodoviários inclui ainda a disponibilização do segundo
eixo traseiro móvel para o modelo O 500 RSD 6×2. Esse novo item amplia as
opções de escolha para o cliente, que continua com a opção do segundo eixo
rígido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.