Ônibus Paraibanos

O maior salão do mundo

Fonte: Transpoonline
Matéria/Texto: Roberto Queiroz

As origens do
IAA remontam a mais de cem anos. Em 1897, oito veículos motorizados foram
exibidos ao público no Bristol Hotel, em Berlim. A partir desse início humilde
foi estabelecida uma mostra regular que, devido ao grande número de visitantes,
precisou se dividir, a partir de 1991, em exposições alternadas entre veículos
de passeio e veículos comerciais. Em anos ímpares, o IAA de Automóveis abre
suas portas em Frankfurt e, nos anos pares, o IAA Veículos Comerciais é
realizado em Hannover. Mais especificamente, no Deutsche Messe, uma área de
eventos pelo menos dez vezes maior que o Salão de Exposições do Parque
Anhembi. 

O mundo automotivo se reúne no IAA Commercial Vehicles, principal evento
mundial em temas de transporte, logística e mobilidade. As inovações
apresentadas, expositores dos mais variados setores da indústria, debates e,
principalmente, a estrutura especializada nos visitantes, representam um perfil
único. O IAA é especial porque praticamente todos os fornecedores estão
representados junto aos fabricantes de veículos. Trata-se do único evento de
mobilidade em toda a cadeia produtiva a oferecer condições ideais para
negócios.

Com seu amplo espectro, o IAA proporciona uma abrangente visão da indústria
internacional de veículos comerciais, com caminhões rígidos e tratores,
comerciais leves, ônibus, veículos especiais, implementos, carrocerias,
sistemas e equipamentos variados, peças e componentes, logística de transporte,
equipamentos para serviço, manutenção e reparo, literatura e periódicos técnicos,
organizações ligadas a tecnologia, tráfego, modelagem, e-mobility e test
drives.

O objetivo do IAA é proporcionar o melhor ambiente possível para
o encontro de expositores e visitantes. O VDA oferece uma estrutura de apoio e
comunicações, começando com uma campanha integrada de publicidade e imprensa
bem antes do início do evento. As analyses de cenário do VDA preparam os
jornalistas internacionais para a feira de negócios e a tradicional oficina de
imprensa já dois meses antes do IAA abrir suas portas. Líderes da indústria de
veículos comerciais oferecem a cerca de 200 participantes da Europa, Ásia e
Américas relatórios em primeira mão sobre os desafios do momento enfrentados
pela indústria. O IAA é o palco ideal para lançamentos de produtos.
Em 2010, um total de 272 lançamentos mundiais foram revelados –
o que foi um novo recorde – assim como 74 lançamentos europeus e 60 para o
mercado alemão. Durante o IAA, o VDA proporciona um ambiente de evento de alta
qualidade e destaca os temas do momento em seus debates especializados. Por
exemplo, com ênfase nos mercados de países que ofereçam oportunidades para o
desenvolvimento econômico de fabricantes e fornecedores. Além de políticos e
dirigentes, muitas delegações internacionais utilizam a feira para encontrar
soluções em mobilidade. Os últimos conceitos e desenvolvimentos em transmissões
híbridas e elétricas para veículos comerciais estarão no IAA. Uma segunda
tendência nessa indústria é a comunicação, por internet, entre veículos e com
uma infraestrutura.
Com seu amplo espectro, o IAA apresenta um compreensível da
indústria internacional de veículos comerciais, juntamente com todo seu
fascínio. Pesquisas entre os visitantes revelam que esse amplo perfil coloca o
IAA em uma posição pioneira: 92% dos entrevistados afirmam pretender visitar o
próximo evento. A facilidade de entendimento, a natureza internacional do
evento e a variedade de produtos expostos são as três principais razões
mencionadas.
O mundo automotivo se encontra no IAA. Dos mais de 1.750
exhibidores da última feira, mais da metade deles veio de fora da Alemanha. De
43 diferentes países, para ser preciso. Cerca de 245 mil pessoas visitaram a
feira, acompanhada também por 2.200 jornalistas de 55 países, divididos entre
mídia impressa, rádio, televisão e internet. Um terço desses visitants trabalha
diretamente com a indústria automotive e quase um quarto no negócio de
transporte. Nove em dez visitantes procuram fazer negócio e 55% deles ocupam
posições decisórias. De acordo com as pesquisas, consideram oportunidades
concretas de compra.
Entre os visitantes voltados a negócios, 40% estavam mais
interessados em caminhões pesados, seguidos por 33% em implementos, aplicações
especiais, peças e acessórios, 29% em veículos especiais e 24% em comerciais
leves.  Na área de fabricantes de implementos e carroçarias, subsegmentos
como plataformas, aplicações especiais, produtos com isolamento térmico e
soluções modulares  também estão representados, assim como basculantes,
guindastes, pranchões, tanques para produtos perigosos, silos, bebidas e
madeira, bem como ambulâncias e equipamentos para combate ao fogo.  
Tamanha amplitude revela que os visitantes do IAA buscam clareza
nas informações. Querem saber o que é realmente novo no mercado de veículos
comerciais, em que pontos eficiência e segurança foram ampliadas e quem lidera
em tecnologias inovadoras que auxiliam a cortar custos e melhorar desempenhos.
O número de fabricantes de peças e acessórios presentes em 2010
estava em torno de 1.000. Com 55%, os fornecedores representam mais da metade
dos expositores e ocupam 24% de toda a área da exposição, mais do que o dobro
da indústria de implementos, que fica em 20%. As três principais razões
apontadas para se visitar o IAA são fazer contato com os fabricantes de
veículos, buscar informações sobre inovações e desafios técnicos e apresentar
seu próprio conhecimento. Isto fica evidente para fornecedores, fortemente
envolvidos em negócios do after-market.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.