Ônibus Paraibanos

Sonhos sobre rodas

Fonte: Transpoonline
Foto: Divulgação

Na semana
passada, a ABRATI (Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre
de Passageiros) lançou o livro “Sonho sobre rodas”, do advogado e pesquisador
Antônio Rúbio de Barros Gômara (in
memoriam
) e do jornalista Nélio Lima. A publicação é, na verdade, o
segundo volume de um trabalho iniciado nos anos de 1990 Gômara, que entrevistou
dezenas de empresários brasileiros que atuam no transporte rodoviário de
passageiros, além de muita pesquisa. O primeiro volume do livro, publicado ainda na década de 1990,
refletiu o arcabouço legal disciplinador da atividade de transporte rodoviário
de passageiros desde os tempos do Império até o fim do governo Collor. O
segundo volume, por sua vez, acabou de sair do “forno”. Desta vez escrito pelo
experiente jornalista Nélio Lima, a partir das entrevistas feitas por Rúbio
Gômara, que permitiram a reconstituição das histórias de empresas que compõem o
atual sistema brasileiro de transporte rodoviário de passageiros.
“Para escrever este segundo volume, procurei, portanto,
reproduzir e ordenar com a maior fidelidade possível tudo aquilo que os
empresários pioneiros disseram a Rúbio Gômara”, afirma Nélio Lima, jornalista. 
As páginas do livro revelam as histórias daqueles que
empreenderam há 60, 70 ou 80 anos atrás, com todas as dificuldades – sobretudo
– pela deficitária infraestrutura logística daquela época. Muitas dessas
empresas eram verdadeiras sagas familiares de estrangeiros, já que muitas
desses empreendedores eram imigrantes italianos, portugueses, espanhóis e
alemães, como Theodor Darius, alemão que fundou a primeira empresa de
transporte rodoviário de passageiros registrada no Brasil, em 13 de abril de
1928, denominada Darius & Hann Ltda.

 

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.