Mudança no trânsito no Castelo Branco confunde motoristas

Fonte: Jornal da Paraíba
Matéria / Texto: Angélica Nunes
Condutores de veículos ficaram confusos ontem, no primeiro dia de implantação do binário no bairro do Castelo Branco, em João Pessoa, que alterou o tráfego na avenida presidente Castelo Branco e Rua Matos Cardoso. O trânsito ficou congestionado no início da manhã devido ao aumento do fluxo de carros, motos e ônibus vindos dos bairros vizinhos, como Bancários, Mangabeira e Valentina, mas agentes de trânsito da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) da Prefeitura estiveram no local para organizar o tráfego. Leiam mais e saibam como ocorreram as mudanças nesses primeiros dias do binário!

Mesmo com o trabalho prévio de panfletagem nas ruas adjacentes à Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o motociclista Helton Bruno Silva de Oliveira, 21 anos, que mora no Castelo Branco, acabou ontem invadindo a contramão na Rua Abdon Milanez. “Ouvi falar que era mão única, mas me esqueci que não podia entrar nesta avenida. Agora vou ter que fazer um arrodeio maior”, disse.
Com as novas alterações do trânsito no bairro, a avenida presidente Castelo Branco passa a ter o tráfego circulando em mão única em toda sua extensão, no sentido Epitácio/UFPB. O trânsito no sentido UFPB/Epitácio também se tornou mão única da Avenida Delmiro A. Diniz, seguindo pela Rua Matos Cardoso até o encontro com a avenida presidente Castelo Branco, próximo à Avenida Tito Silva.
As mudanças fazem parte do ‘Projeto Caminho Livre’, um conjunto de ações que a Prefeitura Municipal de João Pessoa está realizando com o propósito de dar agilidade, mobilidade e organização ao trânsito da cidade. Para o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, a implantação do binário vai reduzir os congestionamentos e o tempo de viagem do transporte público.
Avenida Castelo Branco antes do binário
“Esta é a primeira obra do programa Caminhos Livres. Como é o primeiro trecho viário a ficar pronto com condições de liberar a circulação, alteramos o trajeto para se adequar ao futuro plano de mobilidade urbana, que aguarda liberação nos ministérios das Cidades e do Planejamento”, afirmou.
ELOGIOS – Moradora do Castelo Branco, a comerciante Anne Caroline da Conceição, 20 anos, elogiou as mudanças. “Alguns vizinhos estão criticando que agora a nossa rua virou uma avenida, que vai ficar passando carro até altas horas, fazendo barulho, mas para mim ficou ótimo. Moro agora em uma rua asfaltada, meu imóvel vai valorizar, tenho certeza”, disse.
Outro ponto elogiado pela comerciante foi a mudança das paradas dos ônibus, que agora ficam exatamente em frente à sua casa, na Rua Matos Cardoso. “Antes a gente descia na UFPB, à noite, correndo risco. Agora o ônibus para em frente da minha casa, numa rua clara e movimentada. Vai ficar mais seguro para todos nós”, disse.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.