Ônibus Paraibanos

Novas tecnologias em transporte de passageiros

Fonte: Site da Transdata Smart

Um reflexo da nova fase do desenvolvimento brasileiro: tecnologias que só eram viáveis nas regiões mais ricas do país estão cada vez mais presentes no dia a dia dos usuários do transporte coletivo de diversos estados. Recentemente, cidades como Camaçari (BA), João Pessoa e Campina Grande (PB), Natal (RN), Ilhabela e Boituva (ambas em SP) adquiriram sistemas que aumentam a comodidade e a segurança dos passageiros, além de proporcionar mais agilidade e eficiência ao serviço público.

Os ônibus dessas cidades terão o bilhete eletrônico, que diminui a circulação de dinheiro nos veículos e o risco de assaltos, além de aumentar a agilidade no embarque e desembarque. Outra novidade é a Biometria Digital, que identifica, com um toque do dedo no aparelho, se o usuário do transporte é o titular do cartão eletrônico, impedindo clonagens ou falsificações (adotado em cinco cidades, exceto Ilhabela). Essa tecnologia é importante para o controle de gratuidades (para idosos) e de estudantes que utilizam o transporte público.

Em alguns municípios, as fraudes chegam a comprometer metade da receita ou mais. Como acontecia em Paragominas, no Pará. “Alguns meses atrás, meu pai queria vender a nossa empresa. O Sistema Urbano estava praticamente em falência. Eram muitas falsificações. Em apenas um mês de Bilhetagem Eletrônica, aumentamos em 38,18% a receita nos ônibus (com usuários pagantes) e em 98,72% a receita no posto de venda (cartão eletrônico comum e escolar). E não estamos considerando ainda a compra de créditos via web, que foi bem significativa. Após a implantação da bilhetagem eletrônica, já adquirimos seis ônibus novos”, afirma Thiago Caliman, diretor Operacional da Transportes Caliman.

Além destas tecnologias, as cidades paulistas de Boituva e Ilhabela também terão o Sistema de Gestão Inteligente de Transporte (MITS). Por meio da localização por satélite (GPS), as empresas operadoras podem identificar, em tempo real e remotamente, se os veículos estão cumprindo o horário e o trajeto programado, entre outras funcionalidades.

Esses sistemas são desenvolvidos e implantados pela Transdata, empresa de Campinas (SP), pioneira no país em bilhetagem eletrônica e outras tecnologias de inteligência em transporte para operações suburbanas e intermunicipais. Suas soluções já estão nos ônibus de 150 municípios brasileiros e também na Argentina e Colômbia. “Esse conjunto de tecnologias oferece mais qualidade aos usuários e eficiência aos empresários. Estamos levando para todo o Brasil o que há de mais avançado no serviço público de transporte coletivo”, diz o diretor comercial da Transdata, Devanir Magrini.      
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.