Ônibus Paraibanos

Motorista quebra porta de ônibus após discussão no trânsito em JP

Fonte: G1 Paraíba
Com foto de: Maurício Melo
Uma briga de trânsito envolvendo dois motoristas, um de ônibus coletivo e um de um carro convencional, deixou o trânsito lento na Avenida Princesa Isabel, no Centro de João Pessoa, por volta das 14h40 desta segunda-feira (16), e terminou na 2ª Delegacia de Polícia, em João Pessoa. Apesar de não ter havido colisão, a porta do ônibus ficou danificada depois que o motorista do carro deu socos e pontapés. Saibam mais sobre o problema ocorrido ontem pela tarde.

Ele disse que agrediu o veículo para tentar convencer o condutor do coletivo a descer. Os dois motoristas foram levados para a delegacia, onde seriam ouvidos. Segundo ele, após ter sido fechado pelo ônibus, seu carro bateu em uma mureta próxima a um cruzamento. O motorista disse que, em seguida, perseguiu e fechou o coletivo para anotar a placa e tentar conversar com o condutor, mas teria sido ofendido por ele. Irritado, ele quebrou a porta. Vários passageiros confirmaram tanto a fechada do ônibus quanto a discussão entre os motoristas e o ataque à porta do coletivo.
Por sua vez, o condutor, Márcio Lima, que fazia a linha 603 – Bessa Shopping, disse que vinha pela Avenida Boto de Meneses, quando o motorista teria pego a contramão e acabou trancado devido ao pouco espaço na via. “Ele queria se enfiar no meio do ônibus. Estava na contramão e quando viu que o semáforo iria fechar, tentou passar do ônibus de todo jeito. Não conseguiu porque normalmente o ônibus tem que passar por aquele espaço e acaba fechando quem tenta dividir a rua. Não tinha o que fazer”.
O motorista do carro, Flávio de Lucena Carneiro, garante que o motorista o fechou deliberadamente e que só teve a atitude de parar o ônibus, descer e quebrar o vidro da porta dianteira do coletivo porque Márcio teria agredido verbalmente sua esposa. “Tranquei o ônibus porque queria que ele pagasse os danos materiais do meu carro, que acabou encostando em uma mureta. E só cheguei a quebrar o vidro porque ele agrediu minha esposa com palavras de baixo calão. Fui tomar satisfações, mas me arrependo de ter tomado esta atitude”, explicou Flávio.
Manobra ilegal – Diante da prática comum entre os motoristas, em pegar a contramão no sinal da Avenida Boto de Meneses com a Avenida Walfredo Leal, a Secretaria de Mobilização Urbana de João Pessoa afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que vai fiscalizar com mais intensidade o trecho. Poucos minutos após o incidente, o G1 flagrou diversos motoristas realizando a mesma manobra que resultou na confusão entre o ônibus e o carro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.