Por nota, a Guanabara lamenta o acidente que deixou 14 feridos em Mataraca

A empresa Expresso Guanabara enviou uma nota nesta quarta-feira (21) lamentando o acidente de trânsito ocorrido na terça-feira (20) no município de Mataraca, Litoral Norte da Paraíba. O motorista do ônibus morreu e cerca de 14 passageiros ficaram feridos. O veículo da empresa bateu em um caminhão carregado com 30 toneladas de cimento.

De acordo com a Polícia Rodoviária da Paraíba, o acidente aconteceu na BR-101, quando o ônibus da empresa fazia o trajeto Recife (PE) – Fortaleza (CE). Segundo a nota enviada pela Guanabara, 27 passageiros estavam no ônibus e dos 14 feridos, dois estão em observação em um hospital de João Pessoa.
A empresa afirmou que está prestando assistência à família do motorista do ônibus, Luiz Inácio Oliveira de Sales, que trabalhava há cinco anos na empresa Expresso Guanabara.
Segundo a nota, Luiz Inácio teria tido um período de 24 horas de descanso antes de iniciar a viagem. A empresa disponibilizou o número 0800.728.1992 para prestar informações às famílias dos passageiros. A ligação é gratuita. A PRF não soube precisar a causa do acidente. Acredita-se que o motorista do ônibus tenha sofrido um mal súbito ou cochilado, uma vez que o acidente ocorreu em uma subida e, no local, não foram encontradas marcas de frenagem e nem indícios de manobras de desvio para evitar a colisão. O acidente aconteceu por volta das 12h, quando os veículos viajavam no sentido Paraíba-Rio Grande do Norte.
____________________
Até a próxima postagem, amigos visitantes, obrigado pela sua visita, até mais!
contato? dica? sugestão? crítica? Clique aqui e veja como nos contatar.

2 Replies to “Por nota, a Guanabara lamenta o acidente que deixou 14 feridos em Mataraca”

  1. Nossa fico triste em ver acidente como este acontecer. Em especial quando o motorista morre. 🙁

  2. Anônimo disse:

    Na verdade a expresso guanabara não dar a menor atenção aos seus motoristas obrigando os mesmos a cumprir uma garga horaria exorbitante que tal as autoridades examinarem a ficha de tráfigo de cada um deles ou melhor o GSM .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.