Se não atende por vontade, atende por pressão…

Meio atrasado pra essa postagem, mas aqui está ela. O ato realizado no dia 26 de Janeiro de 2011 contra o aumento das passagens. Depois de marcar reuniões, desmarcar e remarcar, os estudantes decidiram ‘radicalizar’, invadido a Prefeitura de João Pessoa, no Centro.

A Prefeitura ficou sem expediente no dia, já sabendo que haveria um ato lá, mas mesmo assim os manifestantes revoltados com o aumento acima da inflação conseguiram invadir a Prefeitura, e só saíram de lá depois que o prefeito Luciano Agra (PSB/PB) decidiu atendê-los, realizando então uma reunião no Centro Administrativo, no bairro de Água Fria, também na capital paraibana.

A cada dia de manifestação, o ato parece crescer em quantidade de pessoas participando… e olhe que é férias. E no dia desse ato, superou as expectativas, ficando uma quantidade considerável dentro da Prefeitura fazendo barulho e chamando a atenção, e uma parte de pessoas que chegaram atrasadas para o ato, e foi acumulando do lado de fora, possibilitando assim que ficasse metade dentro do prédio e outra metade na rua fazendo roadblock (trancaço):

“Comissão de frente” da manifestação

Aglomeração de pessoas do lado de fora fechando a Avenida Guedes Pereira

E o grupo que conseguiu entrar na Prefeitura…

Com portas fechadas, o grupo ficou dentro pressionando e o outro do lado de fora com faixas e cartazes acusando o prefeito de ser ‘fujão’, por ter desmarcado mais de 2 reuniões desde o dia 29 de Dezembro ainda de 2010.

Portas fechadas com cartazes colados pelos manifestantes

Faixa colocada por manifestantes na frente do prédio da Prefeitura de João Pessoa

Novamente…

Não me perguntem como, até porque eu não faço ideia, mas havia comida dentro da Prefeitura, e muitos dos que estavam dentro estavam se servindo. Não sei se eles mesmo levaram, ou se a prefeitura deu os alimentos, que é algo que não acredito muito (risos):

♪♫ Meu lanchinho, meu lanchinho… ♪♫

O ato terminou com uma conquista depois de muita pressão: o prefeito atender os manifestantes pra uma reunião. Os manifestantes apresentaram ao prefeito e sua comisão uma lista com cerca de 15 exigências, das quais cerca de 5 foram atendidas, como auditoria pública com as contas das empresas, instalação de mais 5 postos de recarga da AETC (sendo um no T.I. Varadouro), etc. A principal, que é a revogação do aumento, ainda não foi atendida, e, pelo visto, só será atendida depois que voltar as aulas dos estudantes de colégios estaduais e municipais.

Momento de panfletagem do lado de fora

Já anoitecendo, perto do final do ato

Terminando o ato já de noite, o grupo se dirigiu como sempre ao T.I. Varadouro, onde se dispersam e voltam cada um para suas casas.
__________

Aqui termino mais uma postagem, espero que todos tenham gostado.
Até a próxima postagem, amigos visitantes, obrigado pela sua visita, até mais!
contato? dica? sugestão? crítica? Clique aqui e veja como nos contatar.
________________________________

Participem da comunidade no Orkut que leva a busologia paraibana em primeiro lugar
CLIQUE AQUI E PARTICIPE JÁ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.